PARTIDA OU FIESTA? CELEBRE O HALLOWEEN A TODO O GÁS

EO 2019 Sugestões | Fonte: Ford
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider

Já tem planos para o dia mais assustador do ano? Sugerimos-lhe alguns sítios arrepiantes para visitar ao volante do seu novo Ford Fiesta com a sua família.

Imagine que lhe dão a possibilidade de explorar alguns lugares míticos e aterradores que conhece dos livros de terror ou que descobriu com espanto e pavor em algum filme. Agora, em novembro, pode desfrutar dos mistérios e enigmas de Portugal. Eis cinco lugares que seguramente lhe provocarão calafrios.

1 - Uma decoração tenebrosa: a Capela dos Ossos
Tem coragem para entrar numa capela ornamentada com ossos e crânios humanos? É assustador, não é? Esta capela existe e está localizada na Igreja de São Francisco, em Évora. Conhecida como a Capela dos Ossos, é um dos lugares de visita obrigatória nestas datas. Calcula-se que tenha sido construída por um monge da ordem franciscana seguidor da Contra-Reforma com os ossos de, pelo menos, 5000 pessoas por volta do séc. XV. Trata-se de uma obra macabra e arrepiante que guarda uma mensagem universal sobre a transitoriedade da vida. Por isso, à entrada da capela está escrito o seguinte: “Nós ossos que aqui estamos, pelos vossos esperamos”. Do que está à espera para visitar a Capela dos Ossos? Seguramente que os seus filhos nunca viram nada igual.

2 - O tenebroso Pátio do Carrasco
Há quase 150 anos que se ouvem uns sussurros em Lisboa, sobretudo lá para os lados do Pátio do Carrasco. Mas o que aconteceu neste espaço para que ainda hoje se escutem estas lamentações e queixas bizarras? Foi neste pátio, situado à frente do Largo do Limoneiro, junto à antiga cadeia, que morreu o último carrasco de Portugal, antes da abolição da pena da morte. O seu nome era Luís António Alves dos Santos, mas era mais conhecido como “Luís, o Negro”, por andar sempre vestido de preto e dedicar-se a uma profissão sombria. Se ouvir os seus lamentos, não fuja e ouça a sua história. Tem ousadia para tanto?

3 - Fechada na Quinta da Regaleira
Aquela que é por muitas considerada a serra mais encantadora de Portugal, guarda em si um dos monumentos mais enigmáticos do país: a Quinta da Regaleira. Trata-se de um palácio erigido entre jardins e zonas verdes, o que o torna numa peça arquitetónica envolta numa atmosfera de mistério e secretismo.

Este lugar data do século XX, quando António Carvalho – um nobre português – comprou o terreno à Viscondessa da Regaleira e começou, com a ajuda do arquiteto Luigi Manini, a construir o palácio, um lago, uma estufa, vários torreões, uma capela e um poço. Neste palácio há muita coisa por descobrir, desde túneis secretos e grutas escondidas até construções surpreendentes, como o poço iniciático, também conhecido como a torre invertida, com uma profundidade de nove pisos descendentes e ligados entre si por uma escadaria em espiral. Este monumento tem muitas referências à Divina Comédia de Dante, dado que os maçons subiam pelos seus estreitos pisos realizando uma espécie de viagem de iniciação que terminava na Fonte dos Dragões. O poço está ligado à capela e à casa, através de uma série de túneis secretos. Parece que a sobrinha da Viscondessa terminou os seus dias neste palácio, numa tentativa de fugir às desilusões amorosas e às traições. Um locus amoenus convertido num locus horribilis no qual, segundo consta, o espírito da rapariga ficou preso para sempre. Lugares por descobrir e mistérios por desvendar no Palácio da Regaleira, em Sintra. Conseguirá resolver todos os enigmas?

4 - Feitiçaria na Capela do Senhor da Pedra
Uma áurea misteriosa e aterrorizante envolve esta capela situada em Gulpilhares, em Vila Nova de Gaia. Diz-se que este local guarda muitas lendas e histórias, mas de todas as que se falam, quais serão verdade? Construído em 1686, com origem pagã, este altar foi erigido sobre uma rocha que é considerado um local de culto desde há dois milénios. Hoje em dia, e apesar de ter sido convertido à fé cristã, os seguidores do paganismo ainda realizam rituais nas noites de lua cheia. Prova disso são os relatos de pessoas que dizem ter encontrado velas derretidas ou areia à entrada da capela. Este é um lugar pouco procurado por turistas. Por isso, não hesite em visitá-lo e descobrir o ambiente de feitiçaria e bruxaria envolvente.

5 - Casa das Pedras: lendas e mais lendas
Uma casa na qual as luzes acendem-se e apagam-se sozinhas. Obra do arquiteto italiano Nicola Bigaglia, a Casa das Pedras, localizada na Parede (município de Cascais) e inclinada sobre o mar, foi construída com pedras, conchas e seixos da costa portuguesa. Atualmente, é um dos locais mais visitados pelos turistas e curiosos que querem comprovar se aí realmente ocorrem fenómenos paranormais. Na mansão, alheios a todo o falatório, vivem os netos de Manuel de Azevedo Gomes, um homem do mar que mandou construir a casa. Reza a lenda que a casa é palco de muitos fenómenos, como portas e janelas que se abrem e fecham violentamente, ruídos estranhos, espetros que aparecem durante a noite e um inúmero rol de circunstâncias assustadoras que envolvem o ambiente desta mansão.

Atreva-se a visitar estes locais mágicos e, se tiver demasiado medo para fazê-lo no próprio Dia das Bruxas, tem todo o mês de novembro pela frente. Afinal de contas, o terror, quando consumido pouco a pouco, é sempre menos intenso. Do que está à espera? Sente-se ao volante do seu novo Ford Fiesta, programe o seu sistema de navegação integrado no SYNC3 e parta rumo a estes cinco destinos.

Consulte as características dos automóveis Ford e toda a sua versatilidade para passeios em família.