TESOURO ARQUEOLÓGICO EM PENAFIEL

EO 2019 PenafielVisita2 Mai. a 30 Set.: 2ª a 6ª: 9.30h-13h, 14h-17.30h, Sáb.: 10h-18h, 1 Out. a 30 Abr.: 2ª a Sáb.: 9.30h-13h, 13.30h-17hM/00€
  • slider

ATIVIDADE GRÁTIS

É um dos grandes tesouros arqueológicos deixados pelos romanos em Portugal e fica em Penafiel. O Castro de Monte Mozinho data do século I, e apesar de ser uma estrutura com características castrejas foi construído pelos romanos como um importante ponto estratégico de defesa e observação do território.

O Castro de Monte Mozinho constitui um núcleo dependente do Museu Municipal de Penafiel e integra a Rede de Castros do Noroeste.

Além da área arqueológica visitável, disponibiliza um centro interpretativo com auditório, sanitários, estacionamento e um parque de merendas.

Situado nas freguesias de Oldrões e Galegos, é um povoado castrejo fundado no câmbio da Era (entre o séc. I a.C. e I d.C.) e com uma ampla cronologia de ocupação, que chega ao século V.

Fortificado com duas linhas de muralhas, o castro possui uma extensa área habitada, com cerca de 22 hectares, e apresenta diversas reformulações urbanísticas, sendo possível observar na parte superior vários tipos de construção, como núcleos de casas-pátio de tradição castreja, com compartimentos circulares e vestíbulo, e complexas habitações romanas de planta quadrada ou retangular, que décadas de escavações arqueológicas puseram a descoberto.

No topo do castro encontra-se uma acrópole, um espaço rodeado por uma grossa muralha, onde teriam tido lugar jogos, assembleias, mercados e outras atividades comunitárias.

Este espaço disponibiliza uma visita fácil, dispondo de sinalética no local e de informação complementar no Centro Interpretativo.

Apesar da entrada e visita do espaço ser gratuita, há atividades para grupos pagas:

Visita orientada ao Castro de Monte Mozinho | M/0
Preço: Grupos até 40 pessoas, 30€; grupos de 40 a 80 pessoas, 50€.

Oficina "Caça ao tesouro" | 8-12
Preço: 2€

Oficina "Castro de papel" | 3-10
Preço: 2€

Também para escolas