VISITAS PARA FAMÍLIAS NO RESERVATÓRIO DA MÃE D’ÁGUA DAS AMOREIRAS

EO 2020 LisboaVisitaAté 30 Jun., 3ª a Sáb.: 11h, 14h, 16hM/00€ / 6€
  • slider

Durante o mês de junho, de terça a sábado, o Reservatório da Mãe d’Água das Amoreiras está a realizar visitas guiadas para famílias.

O reservatório terminal do Aqueduto das Águas Livres foi essencialmente construído na 2ª metade do Séc. XVIII, entre 1732 e 1799, numa zona da cidade de Lisboa que interessava requalificar.

Por essa e outras razões não foi projetado com um objetivo meramente utilitário, sendo-lhe atribuído um carácter artístico que lhe conferiu um estilo grandioso.

Atualmente, o Reservatório da Mãe d’Água apresenta-se como um espaço amplo, luzente e unificado, sugerindo o seu interior a planta de uma igreja estilo Salão, propondo a sacralidade do espaço.

A água das nascentes jorra da boca de um golfinho sobre uma cascata, construída com pedra transportada das nascentes do Aqueduto das Águas Livres, e converge para o tanque de sete metros e meio de profundidade, que apresenta uma capacidade de 5.500 m3.

Do tanque emergem quatro colunas que sustentam um teto de abóbadas de aresta que, por sua vez, suporta o magnífico terraço panorâmico sobre a cidade de Lisboa.

Na frente ocidental deste reservatório encontra-se a Casa do Registo, local onde se controlavam os caudais de água que partiam para os chafarizes, fábricas, conventos e casas nobres.

Até ao final de junho faça uma visita orientada em família. O valor é de 6€ por pessoa, sendo gratuito para crianças até aos 12 anos. Não é necessária marcação e é obrigatório o uso de máscara.

Mais sugestões Epal:
Visite uma estação de tratamento de água;
Galerias subterrâneas do Aqueduto das Águas Livres;
Acompanhe o Gotinhas na sua viagem.