POR UM PARTO COM SENTIDO: CONTRA A VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA

EO 2021 Plataforma Online
  • slider

Uma iniciativa que resulta de uma parceria entre o Movimento#NãoéNormal e um conjunto de profissionais/ativistas pelo respeito na gravidez, parto e pós-parto em Portugal contra a violência obstétrica. Conheça esta nova plataforma.

Os casos de grávidas que passam por violência obstétrica são aos milhares. Sucedem-se os relatos, sucedem-se o sofrimento e trauma perfeitamente evitáveis. Muitas vezes, a violência física ou psicológica relacionada com o trabalho de parto nem sequer é percebida como tal, por se ter convencionado como normal. Não é. Desde abusos verbais a procedimentos médicos desnecessários – desaconselhados até pela OMS – a prevalência da violência obstétrica é gravíssima, fazendo parte do infelizmente vasto leque de violências de género a que as mulheres estão sujeitas.

Com esta nova plataforma, pretendem contrariar a noção de normalidade da violência obstétrica, e combatê-la através da informação. Além de vários testemunhos de vítimas deste tipo de violência, disponibilizam aqui um pequeno glossário de termos essenciais neste âmbito e, acima de tudo, os direitos que as grávidas têm. A divulgação destes direitos é fundamental não só para as parturientes, como também para os profissionais de saúde, e cremos que o seu conhecimento lhes conferirá um muito maior grau de proteção e começará a evitar mais casos de violência obstétrica.

Encontre mais informações, aqui.