DESINFETANTES PODEM FAZER AUMENTAR O PESO DAS CRIANÇAS

EO 2018 Saúde e Desenvolvimento
  • slider

Microrganismos alojados nos intestinos serão, segundo os cientistas, os responsáveis pela influência negativa dos desinfetantes e líquidos de limpeza domésticos no índice de massa corporal.

Os desinfetantes e os líquidos de limpeza de superfícies poderão estar a influenciar o peso das crianças. Isto porque conseguem interferir com as bactérias intestinais. A teoria é defendida por um estudo publicado no Canadian Medical Association Journal.

Bebés expostos a desinfetantes têm um índice de massa corporal (IMC) mais elevado quando atingem os três anos, ao passo que o excesso de peso é menos comum nas crianças que vivem em casas onde são utilizados produtos amigos do ambiente, adianta o estudo, citado pelo jornal inglês The Independent. A pesquisa sugere que são os microrganismos dos intestinos os responsáveis pela ligação entre o uso de desinfetantes e o aumento do peso.

Níveis mais elevados de lachnospiraceae estão associados a um maior índice de gordura corporal e a mais resistência à insulina, embora seja normal encontrá-los no intestino, como afirma Anita Kozyrskyj, professora de Pediatria na Universidade de Alberta e uma das autoras do estudo.
O intestino humano abriga dezenas de triliões de microrganismos, incluindo perto de 1.000 de espécies de bactérias.

Os investigadores não encontraram qualquer ligação entre a obesidade e o uso de detergentes de lavagem que não continham ingredientes eliminadores de bactérias.