UM PASSEIO À ALDEIA MAIS CARICATA DE PORTUGAL

EO 2018 AlentejoPasseio
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider

CONDIÇÕES ESPECIAIS
ESTRELAS e OURIÇOS

Preço Especial 3€ (Aldeia da Terra)

Apresente esta página
Imprimir

Apresente esta página impressa para obter o desconto

Com os dias de sol apetece imenso dar passeios de fim de semana. Uma sugestão giríssima é ir até à "Aldeia da Terra", junto a Arraiolos, no Alentejo.

É uma aldeia onde há de tudo, como se fosse verdadeira. Há casas grandes e pequenas, lojas, táxis, ambulâncias e até hospitais. Trata-se de uma aldeia muito populosa. Tem mais de 1200 habitantes e não para de crescer. Os seus habitantes vivem em cerca de 300 casinhas de várias cores e feitios. Ah, é verdade! Também há um parque automóvel com cerca de 150 viaturas. Esta aldeia tão especial fica em Évora. Logo à entrada, uma mensagem escrita num painel, avisa: “Bem-vindos à aldeia mais caricata de Portugal. E é verdade, porque todas as peças feitas em barro pintado retratam inúmeras situações da vida de todos os dias mas com muito humor e graça.

Tiago Cabeças é o responsável por esta ideia tão engraçada. Artesãos em Arraiolos, resolveram um dia criar uma obra ao ar livre que mais parece um livro de banda-desenhada a 3 dimensões. O cenário é estático, mas transmite vida. As pessoas, os animais e os carros parecem movimentar-se. Os milhares de pequenas esculturas em barro vão deliciar grandes e pequenos que podem ver, ao vivo, algumas delas nascer das mãos dos seus dois autores. Com a ajuda dos artesãos e dos pais as crianças podem construir as suas peças e levá-la para casa.

Passar pela Aldeia da Terra será um momento para recordar. O local tem uma vista fenomenal, quase mágica, com o Castelo de Arraiolos em fundo, o que dá logo vontade de continuar a visita por esta aldeia alentejana tão bonita. Do tempo de D. Dinis, o castelo é único em Portugal pela sua forma redonda. E quem não gosta de ver um castelo, especialmente os rapazes?

Mas Arraiolos é famosa principalmente pelos seus tapetes. Para se conhecer melhor esta forma tão bonita de tecer os fios em lindíssimas peças, nada como ir ao Centro Interpretativo do Tapete de Arraiolos, junto ao pelourinho, na Praça do Município, em pleno centro histórico. Lá ficamos a conhecer as diversas fases de produção, desde a tosquia até ao produto final. É bom lembrar as crianças que estes tapetes existem desde os finais do século XVI e são famosos em todo o mundo.

Para descansar do dia, nada como uma noite mágica. A Pousada Convento de Arraiolos dá-nos esse sonho num edifício que remonta ao século XVI mas na povoação há muitos turismos de habitação muito simpáticos e acolhedores.

Antes de regressar a casa, vale a pena parar na vila de Vimieiro, a meio caminho entre Arraiolos e Estremoz. O Centro Interpretativo do Mundo Rural merece ser visitado. Num antigo lagar de azeite, o Centro é uma verdadeira memória viva daquilo que foi a atividade mais importante desta região alentejana - a agricultura. Lá, principalmente as crianças, vão descobrir os diversos instrumentos ligados às atividades do mundo rural, como a apanha da azeitona, passando pela produção de queijo e enchidos, lanifícios, pela ceifa, entre outros. São objetos extremamente interessantes e muito bem enquadrados na sua área de utilização, sempre acompanhados de fotografias antigas de elevado valor etnográfico. Memórias que levamos para casa depois de um fim de semana bem passado.


Mais informações:
Aldeia da Terra