SINTRA A PÉ

EO 2017 Região de LisboaPasseio
  • slider
  • slider
  • slider

Sintra é sempre uma excelente opção para um passeio em família e a pé, pode ser ainda mais divertido.

Património da Humanidade, Sintra é uma das vilas mais bonitas de Portugal e fica a meia hora de Lisboa.

Uma forma diferente de visitar este paraíso é chegar lá de comboio. Ao passar o túnel da estação de comboios até parece que fica outro mundo para trás. A própria estação da CP é muito bonita e vale a pena dizer às crianças que antigamente eram quase todas assim pelo país. Uma estação com azulejos e jardins arranjados. Depois, pés a caminho.

Mesmo em frente à estação há uma escadaria íngreme que é divertido descer e que nos leva à rua de baixo até à Câmara Municipal. Trata-se de uma rua onde vale a pena ver as casas bonitas e as lojas de encantar para além da magnifica vista. Mais à frente, o edifício da Câmara que mais parece um palácio de contos de fadas. Depois, continuando a descer, o primeiro lugar a visitar é o Museu de História Natural, já na subida para o Palácio da Vila. Todos vão adorar ver, principalmente os fósseis (e há lá mais de 9.000) mas também os lindíssimos minerais e conchas.

Subindo a encosta, a caminho do Palácio da Vila, a vista é de tirar a respiração. Lá no alto, o Castelo dos Mouros e o Palácio da Pena marcam a paisagem.

No largo do pelourinho, perca uns minutos junto às carruagens de cavalos que fazem os passeios por Sintra. As crianças adoram sempre estar tão perto dos animais e eles deixam sempre fazer umas festinhas.

Depois, no Palácio da Vila, o passeio promete fazer sonhar com os tempos dos reis e rainhas. Nas salas e nos quartos os mais pequenos descobrem o modo faustoso como se vivia. A não perder, os tetos das salas das pegas e dos cisnes. Mais espetacular, só mesmo a grande cozinha e as enormes duas chaminés do palácio… um bom mote para dizer que está na hora de almoçar. O ideal é mesmo aproveitar o ar puro e se o dia estiver bonito fazer um piquenique no Parque da Liberdade. Há por lá muitos bicharocos coloridos, cuidado não deixem que eles vos comam as sandes! O parque dá, também, para brincar. Há um ringue de patinagem e muitos locais par se jogar às escondidas.

À tarde, vale a pena andar a pé pelas ruas estreitas da vila, à procura do recanto mais bonito para tirar uma fotografia de recordação.

Se ainda houver pernas para andar, o dia pode acabar ou no Museu do Brinquedo ou na magnífica e misteriosa Quinta da Regaleira,  onde, a descida ao poço iniciático e a passagem pela gruta escura (cuidado com os morcegos) até aos lagos de água purificadora, não vai deixar ninguém indiferente! Assim como ninguém esquecerá as centenas de brinquedos, bonecas e carrinhos que o Museu do Brinquedo guarda nas suas vitrinas mágicas.

Na altura do adeus a Sintra, antes de voltarem à estação dos comboios, não se esqueçam das queijadinhas e dos travesseiros, seria imperdoável não ir à Periquita ou à Casa das Queijadas da Sapa para comprar estas delícias.