"ÓLH'Ó ROBERTO!"

EO 2021 LisboaTeatro28 Nov.: 11h-18hM/00€
  • slider
  • slider

ATIVIDADE GRÁTIS

No dia 28 de novembro, o Museu da Marioneta festeja 20 anos, mas festeja também a classificação no Inventário do Património Cultural Imaterial do Teatro Dom Roberto, uma das formas mais antigas e mais genuínas de teatro de marionetas português.

Dom Roberto é direto e rude, mas também simpático e bonacheirão, criando grande empatia nos seus públicos!

Até meados do século XX, era comum encontrarem-se Robertos e as suas coloridas barracas nas ruas, praças, jardins e praias de todo o país.

O “palco” era constituído por uma pequena barraca de pano – a guarita -, sustentada por uma estrutura de madeira, onde, escondido no interior, o bonecreiro manipulava e dava voz às marionetas de luva. Uma das principais características era o som da voz, e distorcido através do uso da palheta, um pequeno objeto que o bonecreiro coloca na boca para tornar a voz mais estridente. De caráter satírico, destinado a fazer rir as pessoas, a manipulação das marionetas era feita a um ritmo veloz, para captar constantemente a atenção do público.

De carácter essencialmente popular e frequentemente ignorada pela maioria dos historiadores e investigadores das artes teatrais, o repertório do teatro de robertos era composto por textos de tradição oral, de sabor popular, com direito a muito improviso.

Novos e velhos, crianças e adultos, acorriam aos primeiros sons agudos da palheta, prontos a deliciarem-se com os episódios cómicos que aqueles bonecos protagonizavam com ritmo e destreza.

No final do século XX, no entanto, esta forma teatral estava quase esquecida. Foi João Paulo Seara Cardoso, do Teatro de Marionetas do Porto, que primeiro percebeu a necessidade de preservar os Robertos, aprendendo a arte com o marionetista António Dias, ainda em atividade nos anos 80.

Hoje, em Portugal, há de novo uma família de bonecreiros que percorrem o país com os seus ‘atores de palmo e meio’, as suas guaritas e a sempre característica voz de palheta. No domingo de dia 28 de novembro estarão reunidos no Claustro do Museu.

Assista a este espetáculo imperdível e celebre os 20 anos do Museu da Marioneta com uma divertida Maratona de Robertos!