VIAJAR EM FAMÍLIA

EO 2016 Segurança | Fonte: Apsi - Associação Para a Promoção da Segurança Infantil
  • slider

Deixamos-lhe alguns conselhos para evitar acidentes e reduzir a gravidade das suas consequências!

No dia a dia de uma criança, são frequentes as viagens de carro com a família. O ambiente rodoviário é aquele em que mais crianças morrem, sobretudo enquanto passageiras.

- Todos os passageiros (crianças e adultos) devem utilizar o cinto de segurança bem colocado e sem folgas, em todas as viagens. As crianças, até terem 1,35m de altura, devem usar também uma cadeirinha adequada à sua idade, tamanho e peso, bem instalada no automóvel.

- Antes de escolher e comprar a cadeirinha, informe-se com a APSI sobre qual o sistema mais adequado e experimente-o no carro.

- Transporte a criança de costas para o sentido do trânsito até aos 3/4 anos, para proteger o seu pescoço, que ainda é muito frágil.

- Acondicione bem as bagagens pois, em caso de acidente, os objetos soltos podem causar lesões graves nos passageiros. Se não couberem na bagageira ou no porta-luvas, prenda-as com os cintos de segurança livres. Transporte os animais em caixas próprias, na bagageira ou presos com o cinto, com sistemas adequados.

- Evite viajar nas horas de maior calor nos dias e horas de maior tráfego.

- Faça paragens frequentes. Escolha locais afastados do trânsito, e tire as crianças das cadeirinhas para mudarem de posição, descansarem, brincarem, etc. Dê-lhes água, para evitar que desidratem.

- Nas garagens ou outras zonas de estacionamento, faça as manobras, sobretudo marcha-atrás, quando não houver crianças por perto e de preferência com a ajuda de outro adulto no exterior.

- Tranque sempre o carro e guarde a chave fora do alcance das crianças.


Nunca as deixe sozinhas dentro do veículo: elas gostam de brincar lá dentro e podem destravá-lo ou entalar-se nas portas. Nas crianças mais pequenas existe também risco de sobreaquecimento.

Em caso de avaria ou acidente, vista o colete refletor antes de sair do carro. Comece por ligar as luzes de perigo (4 piscas) e colocar o triângulo de sinalização e ligue para o 112 ou para a polícia. Verifique se há feridos, ajude-os a manter a calma e evite mexer-lhes até chegar o socorro.

Não retire os passageiros do automóvel e mantenha as crianças nas cadeirinhas, exceto se estiver num local de risco ou houver possibilidade de um incêndio.

Substitua as cadeirinhas que tenham estado envolvidas em acidentes e incêndios e inutilize-as para que não possam ser usadas por mais nenhuma criança.

Faça um Curso de Primeiros Socorros. Em caso de acidente, a intervenção imediata e adequada pode fazer a diferença entre a vida e a morte!


Conteúdo sugerido pela APSI - associação para a promoção da segurança infantil