PRIMEIROS DENTINHOS À ESPREITA… O QUE FAZER?

EO 2016 Saúde | Fonte: C S Portugal
  • slider

Este é um dos muitos assuntos que suscita inúmeras dúvidas e incertezas aos pais: o aparecimento dos primeiros dentinhos.

Quando deverá nascer o primeiro dente? Será normal o meu filho ter um ano e ainda não ter nenhum dentinho? Irritabilidade, muita baba e algum desconforto: estará relacionado com o rompimento dos primeiros dentes? Nasceu-lhe o primeiro dente. O que fazer para aliviar as dores do meu bebé?

São pois estas e muitas outras questões que tendem a assaltar a cabeça dos progenitores quando o tema é dentes, o que é compreensível uma vez que se ouvem muitas teorias e cruzam-se diferentes opiniões e regras, sendo que o melhor mesmo é seguir o bom senso e ter alguma calma e paciência.

Na verdade, não podemos afirmar que haja a idade ou o momento certo para o aparecimento do primeiro dente. Só para ficarmos com uma ideia, há casos de bebés que nascem com um dente e há também aqueles que com um aninho não têm dente nenhum. O que significa que os pais podem descansar pois é natural haver estas diferenças e variantes no que toca a este assunto.

Já as dores e o incómodo causado pelo rompimento dos dentes não devem ser relegados. É normal que a chamada erupção dentária cause uma inflamação da gengiva, o que obviamente provoca dores e desconforto ao bebé.

Como aliviar então esta dor?

Pode optar pelos brinquedos de borracha próprios para o efeito que se colocam no frigorífico e que os bebés gostam de morder pois acabam por adormecer a zona da gengiva que os incomoda.

Há também o gel gengival que é excelente para massajar suavemente as gengivas, gel este sem açúcar e que é muito eficaz provocando um rápido alívio da dor.

Depois pode usar outros estratagemas, como tentar abstrair o pequeno da dor que sente, ao brincar com ele, ler-lhe um livro, usando um dos seus brinquedos prediletos ou mesmo indo dar um passeio na rua. Quando as dores são já muito fortes, ai sim poderá recorrer aos medicamentos, sempre sob consulta médica.

Acompanhado de tudo isto, uma dose extra de paciência e muito mimo nunca é demais.

Esteja por isso atento ao seu bebé nesta fase e tenha em atenção que normalmente, algumas semanas antes da saída do dente, o bebé tende a andar mais irritado, menos paciente, a babar-se mais, a levar mais frequentemente as mãos ou outros objetos à boca e como tal, devido a este desconforto, por vezes alguns bebés passam a dormir e a comer pior.

Esta, tal como tantas outras, é uma fase natural por que os bebés passam por isso os pais têm é que estar bem informados para poder ajudar da melhor forma possível os seus filhos, dando assim as boas vindas à sua 1ª dentição!


Conteúdo cedido por Dentibaby, Gel gengival .
Um produto CS Portugal.