DERMATITE ATÓPICA

EO 2016 Saúde | Fonte: Skintoskin
  • slider
  • slider

A dermatite atópica, também conhecida pelo termo eczema, é uma doença crónica da pele, multifatorial, mas que com frequência se associa a outras doenças alérgicas.

Nomeadamente, a asma brônquica e a rinite, aparecendo habitualmente antes das manifestações respiratórias. É altamente pruriginosa, especialmente nas zonas afetadas. Para além do prurido, caracteriza-se pela vermelhidão e irritação da pele.

Atinge principalmente os grupos etários pediátricos e em 80% dos casos manifesta-se durante o primeiro ano de vida. Em Portugal, estima-se que cerca de 10% das crianças são atingidas pela doença. Na maior parte das situações a doença tende a melhorar muito e até a desaparecer com a idade, embora possa permanecer por toda a vida.

A persistência da doença é mais observada nos casos onde o aparecimento é mais tardio. A dermatite atópica tem uma distribuição universal e ambos os sexos são igualmente atingidos.

Cuidados a ter:

Banho/ Duche
- Use água morna;
- Não tome Banho/Duche demorado. 5 a 10 minutos é o ideal;
- Use sabonetes ácidos, de aveia, ou óleos de banho sem perfumes;
- Seque-se com uma tolha seca e limpa, sem esfregar.

Vestuário
- Para a lavagem do vestuário, prefira detergentes suaves. Enxague bem para remover todos os resíduos. Não utilize lixívia nem amaciadores;
- Evite o contacto com lãs e fibras sintéticas.

Comichão
- Não se coce, nem esfregue. Coçar-se com as unhas pode provocar pequenas feridas que podem infetar. Para evitar isto, mantenha as unhas curtas e bem limpas. Por vezes, pode coçar-se durante a noite, enquanto dorme, sem se aperceber, por isso, pode ser necessário usar luvas para dormir;
- Evite ambientes com temperatura e/ou humidade extremas;
- Evite o contacto com substâncias alérgenas.


Produtos recomendados:
Conheça alguns produtos* recomendados para este problema, que graças à sua composição de algodão, extratos de algas e sais de prata, têm ação antibacteriana e antifúngica, ajudam a controlar o prurido e a irritação e são extramente confortáveis e bem toleradas.
Clique Aqui


*Produtos testados pela Universidade do Minho que se dedica ao estudo dos têxteis técnicos no setor da Saúde e Bem-estar.


Conteúdo desenvolvido por Skintoskin