MENOS É MAIS: A REGRA DOS “R” PARA NÃO DESPERDIÇAR

EO 2021 Desafio
  • slider

Já ouviu fazer a regra dos “R”? Ou da possibilidade de recusar, reduzir, reutilizar e reciclar dentro e fora de casa? Através de algumas dicas práticas baseadas no livro “Desafio Zero”, vamos combater o desperdício dentro de casa. Siga o desafio que terá lugar em cada divisão do seu lar.

O primeiro passo é analisar e identificar o que pode recusar, que é talvez a ação mais simples de todas, pois depende de nós e a decisão está nas nossas mãos. Depois podemos passar para a redução, cuja observação estará mais inclinada para perceber o que tem acumulado.

Segundo Eunice Maia, autora do livro, o próximo passo é mais fácil – consiste em reutilizar, damos uso ao que temos em casa e diminuímos o impacto que o descarte do objeto pode ter no ambiente. Por último, mas não menos importante, a reciclagem, uma ação que as crianças adoram e estão sempre a ensinar os mais velhos a praticar. Comece por criar um lixo em casa onde pode separar os elementos de acordo com os ecopontos que existem na sua área, corretamente.

Vamos às dicas?

RECUSAR
Segue uma pequena lista daquilo a que podemos dizer “não, muito obrigada!”
- Recusar brindes e amostras em lojas, eventos, conferências;
- Recusar publicidade na caixa do correio (colocar autocolante);
- Recusar descartáveis (talheres, palheta do café, copos, louça…);
- Recusar produtos desnecessariamente embalados em plástico;
- Recusar faturas impressas quando estas são também enviadas digitalmente;
- Recusar cartões de visita e optar por fotografar os mesmos.

REDUZIR
- Pensar antes de comprar, ou adquirir, ou receber novos objetos;
- Caso se confirme a necessidade de adquirir, privilegiar a compra em segunda mão;
- Planificar melhor as nossas compras e ter noção real do que precisarmos;
- Comprar menos e apostar na qualidade, não na quantidade;
- Doar a instituições cujo trabalho acompanhemos de perto; emprestar, trocar, vender aquilo que não precisamos;
- Tentar fazer os próprios produtos [Do It Yourself (DIY)] e encontrar alternativas entre os recursos que já possuímos (por exemplo, em vez de comprar lenços de papel, usar velhos lençóis e fazer lenços; o mesmo com sacos de compras, guardanapos, toalhitas…).

REUTILIZAR
Podemos reutilizar praticamente tudo! Ficam aqui algumas ideias:
- Os frascos que já temos em casa, em função do seu tamanho, podem ser usados como garrafas, copos, marmita, recipientes para compras a granel, para congelação, para armazenamento no frigorífico, objetos decorativos…
- Os sacos que fomos recebendo (de plástico, de pano…) e acumulando são ótimos para transportar as compras;
- Caixas de cartão podem ser usadas para expedição ou mudanças, ou como organizadores;
- Guardanapos de pano;
- Talheres;
- Marmitas e tupperware (para levar para o trabalho, para pedir takeaway, para ir à pastelaria);
- Lenços de pano;
- Toalhas, lençóis e roupas antigas podem transformar-se em panos de limpeza, toalhitas desmaquilhantes e sacos para compras.

RECICLAR
Sabia que a Quercus criou uma aplicação – A WasteApp, que ajuda a separar corretamente os resíduos e encontrar o destino adequado para os bens que pretende desfazer-se. Aceda e encontre as melhores respostas.

COMPOSTAR
É talvez para si uma nova regra, mas também muito importante, pois consiste em dar uma nova vida aos resíduos orgânicos, que corresponde a 50% dos resíduos que geramos. Pode contar a junta de freguesia da sua localidade e informar-se sobre os possíveis programas de compostagem.

No próximo desafio vamos aprender a reduzir o desperdício na cozinha.

Saiba também como não desperdiçar os alimentos, através de 6 passos, aqui.