COMO SER SUSTENTÁVEL NESTE REGRESSO ÀS AULAS

EO 2020 Educação e Ambiente
  • slider

Para muitos pais o mês de setembro é sempre sinónimo de muitas despesas, mas não tem de ser assim. Apesar da lista de material escolar dos miúdos ser longa, existem muitas maneiras de poupar, renovar e, principalmente, ser mais consciente e sustentável nas nossas escolhas.

Um dos grandes desafios nesta altura do ano é lidar com os pedidos das crianças. O nosso conselho é que tente explicar os princípios da sustentabilidade e faça-as perceber de que não existe necessidade de estar sempre a comprar.

Outra alternativa é usar os seus dotes de negociação. Chegue a um acordo com os miúdos e faça-os decidir o que é mais importante, escolhendo apenas entre uma ou duas opções.

Por exemplo, o seu filho pede-lhe uma mochila, um estojo, uma lancheira e um dossiê novo. Para não ceder totalmente neste tipo de hábito de consumo, faça-o escolher entre os quatro itens. No final só um poderá ser novo, os restantes são reaproveitados de anos anteriores.

Ao reutilizar o material seja criativo e envolva as crianças no processo para ficarem mais interessadas. Procure pela casa material antigo e depois tente dar-lhe uma nova vida – lave a mochila ou o estojo do ano anterior, atualize as etiquetas de identificação, limpe os materiais até parecerem novos ou decore-os.

Materiais como lápis de cor ou canetas, procure arrumar tudo dentro de uma caixa para que seja tudo utilizado sem desperdício.

Depois é só sair para comprar mesmo o essencial. Nesta última parte desafie as crianças a escreverem a sua lista de compras apenas com o indispensável.

O QUE COMPRAR?

Material duradouro
Há alguns materiais que vão ser utilizados por muitos anos como, por exemplo, a tesoura, o compasso, o transferidor ou o esquadro. Nestes casos o melhor mesmo é comprar da melhor qualidade apesar do preço. Assim, será possível usar o mesmo todos os anos.

Material de curta duração
Neste caso fazem parte os artigos indispensáveis que, volte e meia, precisam de ser trocados. Apesar de ser tentador comprar um pacote com muitos nas grandes cadeias de supermercados, a opção mais sustentável é a mais simples. Compre artigos à unidade em papelarias, pois evita materiais excessivamente embalados em plástico e sempre consegue gerir melhor o seu consumo e, normalmente, são de melhor qualidade.

Materiais como a cola merecem uma especial atenção. Atualmente, as opções sustentáveis já são muitas, por isso procure na embalagem colas feitas à base de água ou produtos naturais, evitando os ingredientes tóxicos.

DICAS BÓNUS:
Aproveite os cadernos de anos anteriores que não estão totalmente utilizados;
Opte por cadernos de papel reciclado;
Sempre que possível use clips em vez de agrafos (os clips podem ser usados várias vezes);
Eduque as crianças para estimarem o material.