PATRIMÓNIO E ADRENALINA

EO 2016 Porto e NorteParimónio e Passeio
  • slider

O rio Minho que separa os galegos dos minhotos, também os une e, de uma margem e da outra do rio as tradições são as mesmas, e que tradições!

Não é por acaso que minhotos e galegos reclamam um património comum, o rio Minho que os separa também os une. Nas duas margens do rio as tradições são as mesmas, e que tradições!

Na ponta mais a norte de Portugal, Melgaço permite atividades para todos os gostos, desde percursos pedestres em trilhos de beleza inigualável, a programas culturais ou atividades radicais.

No primeiro dia comece por um passeio pelo trilho marginal ao rio Minho, está bem assinalado, tem cerca de 6 km, é de grau de dificuldade baixo o que possibilita que as crianças acompanhem sem reclamar. A passagem por levadas, pesqueiros e moinhos permite ir conhecendo, e ir dando a conhecer aos mais novos, o rio e as atividades  que nele tiveram lugar desde sempre. Se tiver “pedalada” ou crianças mais crescidas, pode optar por um dos percursos de grande rota, nomeadamente na zona de Castro Laboreiro no Parque Nacional Peneda-Gerês, mesmo ali ao lado e cuja ocupação pré-histórica deixou vestígios de grande qualidade (consulte os percursos no site da Câmara Municipal de Melgaço).

Pode ainda combinar um programa com a empresa Melgaço Radical que opera nesta zona a que alguém intitulou a capital do rafting. O rafting, a canoagem ou o hidrospeed garantem o sucesso do fim de semana entre os mais pequenos e permitem usufruir daquilo que a natureza oferece. Informe-se de qual a atividade  mais apropriada para o estado do rio: no verão  com menos água o rio fica com cascatas e rápidos, logo mais radical, no inverno o grande caudal e a corrente, permitem mais velocidade. A experiência dos monitores ajuda-o a decidir, arrisque!

Para o almoço não terá dificuldade em escolher um dos inúmeros restaurantes da região onde a carne é de muita qualidade e dado o tamanho das doses, a conta não assusta. Se for radical e visitar a região entre janeiro e março , arrisque uma dose de lampreia à bordalesa, um prato que não esquecerá. Alguns restaurantes (como a Adega do Sossego) têm poços com lampreias vivas, estas cobras “vampiras” da água fazem um sucesso entre as crianças.

Da parte da tarde, visite o castelo de Melgaço cuja torre de menagem apresenta uma exposição sobre a arquitetura  e arqueologia da região. Pode ainda visitar o Museu do Cinema também situado na zona histórica, na antiga casa da Guarda Fiscal, e cuja exposição sobre o Pré-cinema irá certamente cativar os mais pequenos.

Rume agora a Monção e dirija-se ao, bem indicado, Palácio da Brejoeira, disponível para visitas desde 2010. Acompanhe uma visita guiada pelo palácio e fascine-se com o seu interior que contém além de quartos e salas sumptuosas, um jardim de inverno e uma sala de teatro. Se o tempo ajudar, (e mesmo que não ajude, o Palácio fornece chapéus de chuva, e um passeio à chuva também tem o seu encanto) continue a visita pelo exterior do palácio, pelas vinhas e adegas. Todo o cenário parece saído de um conto de fadas, ou não tivesse este palácio sido uma prenda de Oliveira Paes à sua filha quando esta fez 18 anos (qua ainda aí vive, hoje com 95 anos). Esta história vai deixar as meninas a sonhar com príncipes e princesas. Leve uma garrafa de Alvarinho como recordação.

Se ainda houver tempo explore a fortalezas de Monção ou calcorreie o interior das muralhas de Valença.

Para o outro dia fica a bonita vila de Bayona na Galiza. No verão tem o encanto das praias, mas em qualquer época do ano vale a pena explorar o Monte Boi, onde fica o castelo, que alberga o parador. Esta pequena península tem um caminho exterior que vale a pena percorrer explorando as variações do oceano e um percurso interior por entre as muralhas com vista para a baía, absolutamente fascinante. É só escolher!

A visita à réplica da Caravela Pinta, uma das que integrou a expedição de Cristóvão Colombo à América, é absolutamente obrigatória. A bordo, miúdos e graúdos poderão imaginar como cerca de 30 pessoas atravessaram o oceano e saber mais sobre esta travessia a época em que decorreu.

A oferta gastronómica é vasta por ali, desde bocadillos aos calamares sempre do agrado de todos.

Para dormir, o Hotel Monte Prado, na encosta do Rio Minho, em Melgaço é um verdadeiro Hotel de família, com piscina interior, garantia de distração  em tempo de chuva, menus infantis e com a vantagem de se se inserir numa zona desportiva com atividades para todos os gostos.