LEZÍRIA RIBATEJANA: UMA VIAGEM AO SÉCULO XIX

EO 2019 Região de LisboaPasseioM/0

Conhece a história dos Comboios de Portugal? Então, aproveite a oportunidade para descobrir mais sobre este transporte que percorre o nosso País. Próximas paragens: Entroncamento e Golegã, a Lezíria Ribatejana.

Foi no dia 28 de outubro de 1856 que viajou até ao Carregado o primeiro comboio em Portugal, nos tempos do rei D. Pedro V. Mais de 150 anos depois, é um programa aliciante pegar nos miúdos e rumar até ao Entroncamento à procura da história dos comboios em Portugal.

Vai ficar na memória dos mais pequenos a Rotunda das Locomotivas onde estão exemplares em tamanho real, como as locomotivas a vapor.

DESCUBRA A GOLEGÃ

Não muito longe do Entroncamento, na Golegã, há outras maravilhas do século XIX que merecem uma visita. Uma vila bem ribatejana, atravessada pelos rios Tejo e Almonda, numa área privilegiada pela Natureza.

Se já estiver na altura de almoçar, recomendamos o "Café Central" da Golegã onde não pode deixar de comer o bife à Central com molho especial e provar um dos famosos doces da vila, os célebres toureiros cuja receita permanece um segredo deste café, o único a fabricá-los.

De barriguinha cheia, está na altura ideal de visitar a Casa-Museu Carlos Relvas, um templo da fotografia, que mais parece um palácio saído de um conto de fadas, no meio de um jardim romântico. Verdadeira obra de arte arquitetónica, a casa foi construída para ser um gigante laboratório de fotografia, única no seu género a nível mundial.

Lá dentro espera-nos uma surpresa, o próprio Carlos Relvas fala com os visitantes sobre a sua obra, um interessantíssimo e original efeito tecnológico que vai deixar os mais pequenos de boca aberta.

Na nave superior, encontra uma galeria, com mecanismos e acessórios fotográficos do séc XIX, tendo como cenário telões pintados de paisagens virtuais, posaram reis e outras figuras ilustres, assim como rurais e mendigos, cujas imagens registadas por Relvas, de grande valor estético, social e etnográfico.

Para homenagear um dos pioneiros da fotografia em Portugal, o ideal é ir ao complexo Equuspolis e tirar várias fotografias ao bonito jardim junto a uma lagoa onde há barcos de recreio para passear na Alverca, um parque radical, esplanada e um anfiteatro ao ar livre. O sítio ideal para um lanche, depois de um dia bem passado.

FEIRA NACIONAL DO CAVALO

É também de destacar a sua bonita Igreja Matriz, séculos XV e XVI, com um magnífico portal manuelino ou a Igreja de Nossa Senhora dos Anjos, a Capela de Santo António e o Museu de Pintura e Escultura Martins Correia, com uma rica coleção de arte moderna.

Bem perto, situa-se a Reserva Natural do Paúl do Boquilobo, que compreende 529 hectares, que alberga a maior colónia de garças da Península Ibérica. Uma aventura para viver em família.

Mas falar da Golegã é falar de cavalos e da grande Feira Nacional do Cavalo, integrada na Feira de São Martinho, que acontece anualmente, sendo este ano de 1 a 11 de novembro, com milhares de entusiastas equestres e muitos criadores para apreciar os melhores exemplares de cavalos de Portugal.