HALLOWEEN OU PÃO POR DEUS?

EO 2019 Dia Temático
  • slider

O Pão por Deus é uma tradição tipicamente portuguesa em que os miúdos vão de porta em porta pedir bolinhos, no dia 1 de novembro. Do outro lado do Atlântico, e um pouco por todo o mundo, festeja-se o Halloween, em que personagens assustadoras ganham vida e, igualmente, saem à rua para pedir guloseimas. Mas qual a origem destas duas festividades? Será que se relacionam?

Sabia que as oferendas aos mortos nestas alturas do ano são comuns em diversas culturas? A história aponta a origem do Halloween e do Dia de Todos os Santos como as festividades célticas.

Mas, curiosamente, no México já se festejava o “Día de Muertos” no último dia de outubro muito antes do Halloween chegar aos Estados Unidos. E na Europa esta data era representativa da celebração do Samhain – festival Celta que celebrava o fim do verão e o início do inverno.

O Halloween é na verdade uma mistura de tradições, quase todas de raiz europeia, sobretudo de fundo celta e o Pão por Deus um conjunto de tradições que foi amadurecendo.

Pão por Deus
É no Dia de Todos os Santos, 1 de novembro, que as crianças saem às ruas em pequenos grupos e pedem “Pão por Deus” de porta em porta.

Reza a história que esta tradição tem raízes num ritual pagão do século XV e que foi consolidado depois do terramoto de 1755.

Nesse dia a população mais pobre de Lisboa saiu às ruas a bater à porta dos mais afortunados para combater a fome que se fazia sentir. Mas foi nos anos seguintes que o costume ganhou força, em jeito de celebração e agradecimento a quem tinha sobrevivido.

A tradição manteve-se, sobretudo fora das grandes cidades. Passou a ser feito apenas por crianças, e, em vez de pão, os donos das casas dão hoje bolinhos, doces ou guloseimas.

Tradicionalmente, e dependendo das regiões do País, as crianças quando pedem o pão-por-deus primeiro recitam diferentes rimas e só depois recebem as oferendas que vão para dentro dos seus sacos de pano de retalhos.

Em várias localidade são confecionados bolinhos típicos especialmente para este dia, sendo à base de farinha e erva doce com mel e frutos secos como passas e nozes.

Uma curiosidade interessante é que nas ilhas britânicas encontra o folclore “Soul Cake” idêntico ao português, que também se realiza na altura da passagem de ano celta.

Halloween
Como já referido, acredita-se que a maioria das tradições celebradas nesta data tenham origem nos antigos festivais celtas chamados Samhaim, que marcavam a passagem de ano e a chegada do inverno.

O Halloween, adaptado destes festivais, foi levado pelos irlandeses até aos Estados Unidos, e atualmente é celebrado a 31 de outubro. Na verdade "Halloween" vem de "All Hallow Eve", expressão que significa “Véspera de Todos os Santos”, feriado que se comemora a 1 de novembro.

Esta festividade foi ganhando força ao longo dos anos nos Estados Unidos com uma grande produção a nível comercial e cinematográfico.

Entre as atividades de Halloween mais comuns nas terras do Tio Sam, e hoje um pouco por todo o mundo, estão as festas temáticas, a prática do "doçura ou travessura", decorar as casas, fazer lanternas de abóbora, visitar atrações "assombradas", contar histórias assustadoras e assistir a filmes de terror.