DE OLHOS EM BICO NA JUNQUEIRA

EO 2018 Região de LisboaMuseuM/0
  • slider

Na zona ribeirinha de Lisboa, bem perto da antiga FIL, o Centro Científico e Cultural de Macau passa quase despercebido.

Mas quem entra pelo portão do número 30 da Rua da Junqueira, rapidamente se apercebe que vale a pena ir até ali e mergulhar numa civilização milenar, com a qual Portugal conviveu de perto durante cinco séculos.

Depois de se atravessar um jardim chinês, no pátio interior deste bonito edifício, viajamos rapidamente até ao século XVI, quando portugueses e chineses se encontraram na História. Através das novas tecnologias embarcamos numa das naus de Quinhentos e através de hologramas animados podemos ver como tudo aconteceu. É uma delícia para todos, e em especial para os mais pequenos, acompanhar aquelas pequenas figuras que se movem ali à nossa frente e vê-los, durante viagem, no dia da chegada e nos primeiros encontros com a população local.

Depois, através das cerca de 4 mil peças do acervo do museu, podemos conhecer o universo de Macau ao longo dos séculos. Aqui destacam-se as colecções de moedas e das porcelanas dedicadas ao chá.

A fechar, não deixe de explicar às crianças que Macau já foi território nacional e mostre-lhes a última bandeira portuguesa que esteve hasteada no território e que se encontra guardada neste museu.

No final da visita, e com as Docas ali tão perto, sabe bem dar um passeio e olhar para o Tejo de onde, há 500 anos, partiam as naus rumo ao distante território de Macau.