500 AVES, EXOTISMO, COR E ALEGRIA NO ZOO DE LOUROSA

EO 2021 Santa Maria da FeiraVisitas e Atividades2ª a Dom.: 9.30h-18h; Sáb., Dom., Fer.: 10h-19h (jun. a Set.)M/03€ / 4€
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider

Na dinâmica do único Parque Ornitológico do País inserem-se aprendizagens sobre a biologia animal de forma criativa, horas de alimentação interativas de algumas espécies e ateliês.


O Zoo de Lourosa é um equipamento zoológico que tem particularidades singulares a nível nacional – é o único parque ornitológico do país. Dedicado exclusivamente a aves, com uma coleção de cerca de 500 exemplares de 150 espécies diferentes, distribuídas por 80 habitats de cativeiro. De resto, tem uma das mais emblemáticas e representativas coleções de aves da Península Ibérica, espelhando a realidade da Avifauna dos 5 continentes.

O que se encontra no Zoo de Lourosa?
Com uma forte dinâmica voltada para o público familiar e escolar, este diferenciador equipamento assume uma transversalidade etária. O fascínio natural que o público tem pelo conhecimento sobre a vida animal e o potencial dedicado a atividades de educação ambiental proporcionam ao visitante a possibilidade de contactar e vivenciar realidades que se concentram no propósito primeiro do Parque Ornitológico de Lourosa – Recriar habitats, Reproduzir espécies e Reciclar conhecimentos.

O planeamento e agendamento de atividades anuais permite ao Zoo de Lourosa oferecer uma diversidade de atividades que geram um acréscimo de valor à simples visita a um equipamento zoológico.

Com a chegada da primavera, as aves despoletam o seu sentido reprodutor. Segundo várias pesquisas na área da ornitologia, a reprodução das aves é influenciada pelo próprio ambiente, como luz natural e o aumento das temperaturas, que naturalmente acontece na mudança de estação. A Primavera é, por excelência, a estação em que as aves cuidam dos seus ovos nos ninhos.

A criação de habitats é crucial para a sobrevivência e para a sua reprodução. O Zoo de Lourosa, nesta altura do ano, vê a família crescer. Está na altura de conhecer os bebés do Zoo!

Este ano, nasceram crias da Avefria-militar, Turaco-de-face-branca, Coruja-de-lunetas, Pombo-imperador, Ganso-comum, Cegonha-branca, Cegonha-de-abdim, Kookaburra-risonha e várias espécies de faisão.

A nidificar está também o Casuar-comum, 5 casais de flamingo-comum, a Coruja-das-neves, o Papagaio-eclético e o Pombo-de-nicobar.

Todas estas espécies, e cada uma das aves, assume enorme importância no trabalho do Zoo de Lourosa. Depois de um intervalo de 11 anos, esta é a segunda vez que o Parque Ornitológico é bem sucedido na reprodução da Coruja-de-lunetas, este é um bebé muito desejado. Já a Cegonha-comum que cá habita também é especial, faz o ninho no chão, porque as aves são irrecuperáveis e não conseguem voar. Todos os anos vão acrescentando material ao mesmo ninho que hoje é uma estrutura gigante.

No caso do Casuar comum, é o macho que choca os ovos de cor verde fluorescente, enquanto que, no caso dos flamingos, o macho e a fêmea partilham esta tarefa. Já no caso dos faisões ou do Papagaio-eclético, é a fêmea que cuida do ninho.

Destas espécies, a mais importante em termos de conservação é a Coruja-das-neves, pois é uma espécie vulnerável, devido à captura ilegal, às alterações climáticas e à fragmentação e perturbação do seu habitat. Estar a nidificar é mesmo muito importante!

Um espaço com exotismo, cor e alegria!
No Zoo de Lourosa vai conhecer algumas daquelas que são as aves mais interessantes do planeta. Além da exuberância e colorido das suas aves, o Zoo reabre portas vestido com a leveza e frescura da primavera. O circuito de visitação alegra-se com novos canteiros de flores, e as placas com a informação das espécies têm agora um novo layout, mais atrativo, e cuja leitura é ideal para se ficarem a conhecer melhor as aves que aqui habitam, ou ver respondidas algumas das curiosidades sobre as mesmas.

Obs.: Entrada gratuita para crianças até 5 anos.