10 PASSEIOS AO AR LIVRE PARA FAZER COM TODA A FAMÍLIA

EO 2021 Todo o PaísPasseiosM/0
  • slider

Embarque numa aventura pelo nosso país, entre vales, rios, lagos e verdadeiras planícies alentejanas, que vão encantar adultos e crianças, num roteiro preparado para passear ao ar livre.

Num ano atípico, em que o turismo foi afetado, as viagens para o estrangeiro limitadas, os encantos e recantos de Portugal nunca deixaram de dar a conhecer a Natureza e as suas maravilhas.

Portugal está aos seus pés só precisa de dar o passo certo para conhecer: os Passadiços do Penedo Furado, em Vila de Rei, a Porta do Mezio, em Arcos de Valdevez, a Quinta do Pisão, em Cascais, os Passadiços de Paiva, em Arouca, a Serra D’Arga, Viana do Castelo, o Castelo de Marvão, na Serra de São Mamede, o Passeio dos Poetas, em Torres Vedras, o Passadiço do Sistelo, em Arcos de Valdevez, o Poço do Inferno, na Serra da Estrela e o Monumento Natural das Pegadas, em Ourém.

Dez locais ideais para passear com os miúdos ao ar livre e conhecer a História de Portugal.

Os Passadiços do Penedo Furado, em Vila de Rei, distrito de Castelo Branco, ligam a Praia Fluvial à zona das quedas de água naturais, percorrem uma distância de 532 metros e incluem miradouros com uma vista panorâmica sobre as paisagens da Beira Baixa.

A Porta do Mezio, com três hectares plenos de espaços para miúdos e graúdos, é uma das cinco portas do Parque Nacional da Peneda Gerês. Aventure-se pelas florestas e montes e aproveite a riqueza natural.



Dedicada à atividade agro-silvo-pastoril, a Quinta do Pisão representa um património importante, tanto na organização estrutural da paisagem, compartimentação e uso racional, como na presença de ruínas de valor cultural e arquitetónico.

Os Passadiços do Paiva localizam-se na margem esquerda do Rio Paiva, no concelho de Arouca, distrito de Aveiro. São 8 km que proporcionam um passeio por passadiços de madeira, rodeado de paisagens de beleza ímpar, num autêntico santuário natural, junto a descidas de águas bravas, cristais de quartzo e espécies em extinção na Europa.



Em Viana do Castelo existe a Serra D´Arga, um espaço natural desconhecido e afastado da cidade. Esta Serra preserva ainda hoje um conjunto de tradições seculares como o caso dos Moinhos de Água e a tradição de fazer a broa de milho, assim como a tradição dos enchidos e do mel.

Localizado no ponto mais alto da Serra de São Mamede, o castelo de Marvão abraça uma vila encantadora cercada por muralhas medievais. A vista é simplesmente maravilhosa e permite contemplar a vastidão da paisagem do Alto Alentejo.



Conhecida pelos seus extensos areais, as belas paisagens e as ondas perfeitas para prática de desportos náuticos, Santa Cruz tem muito mais para contar a quem a visita e há um Passeio dos Poetas que serve de roteiro a quem visita esta pitoresca vila localizada a oeste, no concelho de Torres Vedras.

O Passadiço do Sistelo é um percurso com cerca de 10 km, integrado na Ecovia do Vez e passa na aldeia do Sistelo, que começa na ponte medieval de Vilela e prolonga-se até à aldeia do Sistelo.



Em plena Serra da Estrela, o Poço do Inferno é uma cascata com cerca de 10 metros de altura situada na ribeira de Leandres a cerca de 1100 metros de altitude. Vai um mergulho?

O Monumento Natural das Pegadas de extremo oriental da Serra de Aire fica na povoação de Bairro, em pleno Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros. Contém um importante registo fóssil do período Jurássico, as pegadas de alguns dos maiores seres que alguma vez povoaram o planeta Terra: os dinossáurios saurópodes.