COMO REGISTAR ESTE MOMENTO E TER AS MELHORES FOTOGRAFIAS DAS CRIANÇAS SEM SAIR DE CASA

EO 2020 Fotografar em Casa
slider

Quando começamos a fotografar, os nossos filhos são sempre quem fotografamos. Queremos recordar como eles eram em crianças, queremos que as memórias não se percam na correria dos dias. Eu também comecei a fotografar quando o meu primeiro filho nasceu.

Com a situação atual, de estarmos 24 horas em casa com toda a família reunida, é o momento ideal para fotografarmos os miúdos, ao mesmo tempo podemos aprender mais sobre fotografia e divertirmo-nos com eles.

Em primeiro lugar, tudo aquilo que precisa para começar a fotografar os seus filhos já tem em casa: uma câmara DSLR ou um telemóvel, não importa. Hoje em dia as câmaras dos telemóveis são espetaculares.

Já tem uma câmara na mão? Agora é só praticar. Por isso vamos lá tirar melhores fotografias dos miúdos (mesmo sem sair de casa).

PROCURE A LUZ



Fotografe onde há luz. Fotografe perto da janela, deixe que a luz do dia entre em toda a divisão e se difunda no ambiente, isto vai trazer um aspeto natural e sereno às suas imagens.

Precisamos que o elemento que queremos chamar a atenção na fotografia fique bem iluminado. Um truque é aproximar da janela o brinquedo preferido das crianças, ou a mesa onde eles desenham. Desta forma, garantimos que eles ficam distraídos a brincar enquanto nós conseguimos uma luz espetacular para fotografar.

CONTE UMA HISTÓRIA



Tente criar uma história, pense no que quer contar com a fotografia. É a primeira vez que a criança fez a cama? Os miúdos estão a ajudar a limpar a casa? O mais pequeno já consegue calçar os sapatos sozinho? Hoje fizeram um bolo todos juntos?


As fotografias interessantes contam uma história. A fotografia não é estática, ela é a base para uma memória vivida.


MUDE O PONTO DE VISTA



Muitas vezes estamos a apontar a câmara para baixo (porque somos adultos e eles crianças). Mas esta perspetiva nem sempre é a mais interessante. Tente pôr-se ao nível da criança, a fotografia é sobre eles, por isso temos de mostrar o mundo como eles o veem.

Experimente deitar-se no chão. Isso mesmo, ao deitar-se no chão poderá apontar a câmara para cima, assim a criança parecerá maior do que é na vida real.

CONSIDERE A SUA CASA COMO UM ELEMENTO A FOTOGRAFAR



Vamos aproveitar este tempo que estaremos em casa ao máximo! A nossa casa faz parte da história da infância dos nossos filhos. As crianças terão memórias dos espaços onde brincaram, do sofá onde pularam, da cozinha, e no caso de adolescentes por exemplo, o quarto deles é muito importante.

Esta é uma oportunidade de registar o nosso lar. Vamos aproveitar e usar os elementos da casa para contar a nossa história de família. Fotografe em toda a casa, e não foque só nos seus filhos, mas também nos elementos únicos da casa, nos detalhes.

A sua casa está desarrumada e não é uma imagem do Pinterest? A minha também não, mas é isso que faz uma memória vivida. Não se preocupe se a sua casa não está perfeita para os outros, ela está perfeita para a sua família.

APROXIME-SE, CHEGUE MAIS PERTO



Aproxime-se, fique bem perto. Quando tiramos uma fotografia de perto, aumentamos a intensidade do momento.

Não tenha medo de “encher” todo o espaço da fotografia. Ocupe todo o retângulo com a história que quer contar. Desta forma, quando olhamos estamos mesmo “dentro” daquele momento, sentimos que fazemos parte dele.

USE AS JANELAS E AS PORTAS PARA ENQUADRAR



Podemos usar as janelas, as portas e os corredores, como elementos que enquadram a fotografia. As janelas, além de serem pontos de luz permitem “ver” através do vidro, transmitem melancolia, dão-nos reflexos.

Os bolares perdem-se e podemos brincar com o desfoque. Também podemos utilizar as janelas como elemento de fundo, numa fotografia em contraluz. Todas as casas têm portas e corredores.

Apesar de serem elementos estreitos, eles ajudam a dar ambiente à pessoa que fotografamos, criando uma moldura. Experimente!

USE OS ELEMENTOS DA CASA COMO FUNDO



Dê um passo para trás. Afaste-se um pouco e mostre todo o ambiente. Use objetos ou paredes como fundo. Todos os elementos do espaço vão tornar a fotografia mais interessante.

Tem uma estante de livros em casa? Papel de parede? Uma colagem de desenhos dos miúdos na parede? Plantas ou até mesmo outra pessoa?

Quando fotografamos em casa é super importante mostrar tudo, desta forma criamos a atmosfera que nos faz fazer perguntas e querer saber mais sobre aquela fotografia.

LINHAS INVISÍVEIS QUE DESVIAM O OLHAR



Apesar de na fotografia valer tudo, há algumas regras que nos podem ajudar a equilibrar as fotografias. Quando começamos a fotografar estas linhas invisíveis ajudam a focar o olhar, e a enquadrar melhor as fotografias.

Treine e experimente, terá logo melhores resultados.

ACOMPANHE O RITMO



Os miúdos não param quietos, certo! Mais ainda agora fechados em casa, parece que a energia duplicou! A única forma de fotografarmos é acompanharmos o ritmo deles.

Movimente-se, tente manter o foco neles, mas não se preocupe se nem sempre consegue.

Um pouco de desfoque faz com que a fotografia transmita movimento.

NOVOS ÂNGULOS



Experimente novos ângulos. Suba para uma cadeira ou em cima da cama. As crianças brincam muitas vezes no chão, desenham, mostram legos, etc. Ao subirmos numa cadeira conseguimos “olhar” para baixo e contar a história com outro ponto de vista.

FOTOGRAFE OS MIÚDOS, A FOTOGRAFAR



Dê a câmara aos miúdos! [e fique a fotografá-los].

Algumas crianças não gostam de ser fotografadas, mesmo pelos pais. Uma forma de envolvê-los na fotografia é dar-lhes a oportunidade de eles serem os fotógrafos. Com uma câmara nas mãos (pode ser com o telefone) eles esquecem-se que estão a ser o centro das atenções.

E nós aproveitamos para os fotografar. Os resultados são incríveis. No final, veja as fotografias das crianças e mostre as fotografias que fez deles, e explique que em fotografia, nunca há só um ponto de vista.

DIVIRTA-SE E JUNTE-SE AO MOMENTO



Apesar de ser o fotógrafo da família, não fique sempre de fora. Também vai querer aparecer no álbum da família, todos os elementos fazem parte da história da família.

Por isso, ponha o “timer” da câmara e junte-se ao resto da família. Divirta-se, aproveite estes momentos únicos, todos sabemos que passam demasiado depressa.

Por: Sara Cardoso Silva, do UN-PLANNED Photography

Mais informações: Site | Instagram

Pub
Pub