OS BENEFÍCIOS DO CAFÉ

EO 2017 Saúde | Fonte: Centro de Ciência do Café
  • slider

Há quem beba café porque sabe bem, porque os faz despertar ou, simplesmente, porque sim. Mas, e se soubessem que o café traz mesmo benefícios para a saúde?

Esta planta é benéfica para o corpo humano a vários níveis: para os pulmões, para o sistema digestivo, para a pele, para o sistema locomotor, para o sistema nervoso central, para o coração e, até, para sistema endócrino, responsável pela produção e secreção de hormonas.

Vários estudos epidemiológicos confirmam que as pessoas asmáticas que consomem café apresentam menor incidência de crises, uma vez que a cafeína possui um efeito broncodilatador.

Relativamente ao sistema digestivo, o café é um alimento funcional relevante e tem um impacto positivo na saúde, visto que apresenta um importante valor nutritivo. Além disso, as substâncias antioxidantes do café eliminam os radicais livres e, assim, promovem a renovação celular. Este pequeno grão é ainda muito importante para este sistema do corpo humano, pois é uma bebida termogénica, que aumenta o metabolismo basal.

A pele também fica a ganhar com a ingestão do café. O óleo do grão do café verde é rico em antioxidante, substâncias que auxiliam na proteção da pele contra a ação dos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento.

A cafeína estimula também a contração muscular e poupa glicogénio. Permite ainda que os ácidos gordos se queimem melhor e produzam mais energia. Além disso, desenvolve a resistência e a força, permitindo treinos com mais intensidade e durante mais tempo.

Os efeitos para o sistema nervoso costumam ser os mais enunciados. Mas quais são mesmo os benefícios? Em doses moderadas, o café não provoca quaisquer transtornos em pessoas que tenham uma boa saúde física e mental. A ingestão crónica de café pode também reduzir o risco de demência e atenuar o declínio cognitivo na Doença de Alzheimer. Protege ainda as pessoas com sintomas de Doença de Parkinson e, para quem pretende ganhar mais concentração, o café também é um bom aliado, pois aumenta o estado de alerta, a atenção prolongada e a memória.

Os vários estudos afirmam ainda que a ingestão moderada de café não influencia a pressão arterial e não existe correlação com as arritmias cardíacas. Esta bebida aumenta é a força da contração cardíaca, o que até pode ser positivo para o corpo.

Relativamente ao sistema endócrino, a ingestão de café reduz o risco de diabetes tipo 2 e beneficia o nível de insulina no sangue.

Artigo produzido por Centro de Ciência do Café.