O MEU FILHO É DESAJEITADO

EO 2016 Desenvolvimento | Fonte: Fale Connosco
  • slider
  • slider

Existem crianças que a certa fase do seu desenvolvimento começam a evidenciar algumas dificuldades de coordenação, a questão que se coloca é: O que posso fazer?

Muitos são os pais que se perguntam o que fazer com o filho com dificuldades de coordenação motora. O que acontece é que muitas das vezes essas dificuldades têm um impacto nas atividades académicas (manusear o lápis, escrever, aulas de ginástica) e também nas atividades da vida diária (ex. vestir, calçar, etc) e os pais começam a ficar preocupados e sem saber muito bem o que pensar e fazer para ajudar o seu filho.

Com o passar do tempo, a criança vai crescendo e as exigências funcionais em casa, na escola e na comunidade vão aumentando, tal como as dificuldades! Muitas vezes ouvimos expressões como “o meu filho é muito desajeitado”, “é trapalhão a vestir-se”, “parece que não consegue estar sentado à mesa sem deitar tudo ao chão” e na realidade é mesmo isso que acontece nas crianças com dificuldades na coordenação.

O que pode fazer?

Esteja atento

•    Observe o seu filho e tente perceber se as dificuldades motoras têm impacto em casa (atividades da vida diária);
•   Comunique com a escola e perceba se essas dificuldades também se verificam na escola e se estão a prejudicar o desempenho académico do seu filho.

Brinque com o seu filho, promovendo atividades lúdicas mas com uma componente mais motora

•    Atividades de motricidade global: correr, saltar, subir e descer escadas, trepar; atirar e receber bola com as mãos e chutar; imitar (ex.: animais como um caranguejo, sapo, elefante; super heróis como o homem-aranha, power ranger, etc);
•    Atividades de motricidade fina: desenhar livremente, desenhar figura humana, desenhar casa; pintar dentro de contornos; modelar plasticina (apertar, esticar, fazer formas, esconder objetos pequenos tais como feijões ou missangas na plasticina); recortar (linhas, círculos, várias formas); atividades com pinças (ex.: passar berlindes de um sítio para o outro com uma pinça); atividades com molas (ex.: montar sequências de imagens colocadas em molas numa corda).

Procure ajuda

•    Fale com o pediatra do seu filho explicando as dificuldades de coordenação do seu filho;
•    Procure um terapeuta ocupacional.

O que é que o terapeuta ocupacional irá fazer?

•    Avaliar as dificuldades nas competências motoras (e outras áreas) bem como o seu impacto nas atividades académicas e nas atividades da vida diária;
•    Desenhar um plano que pode incluir: o desenvolvimento das competências motoras (e outras áreas) através de jogos ou atividades terapêuticas; treinar o desempenho das várias atividades da vida diária (autocuidados, brincar, aprendizagem); aconselhar mudanças no ambiente ou equipamento que facilitem realização das atividades; aconselhar pais e professores.

Conteúdo desenvolvido por,
Margarida Sabino - Terapeuta Ocupacional