FÉRIAS DIVERTIDAS E SAUDÁVEIS

EO 2019 Saúde a 4 Mãos | Opinião | Fonte: Farmácias Portuguesas
  • slider
  • slider

As férias são sinónimo de mais liberdade para as crianças e, claro, de maior robabilidade de acidentes. Os riscos fazem parte da vida, mas há problemas que podem ser controlados, e mesmo evitados, se adotarmos medidas simples. Ficam as recomendações essenciais do nosso pediatra e da nossa farmacêutica de serviço.

POR HUGO RODRIGUES
Médico Pediatra

As férias são um momento muito aguardado por parte de toda a gente. Por isso, convém planeá-las com antecedência, para minimizar a hipótese de que alguma coisa corra mal. Assim, aqui ficam algumas recomendações:

• Se for para um destino menos habitual (trópicos, Oriente), deve ligar para uma consulta do viajante da sua zona de residência, de forma a perceber se vale a pena marcar uma consulta. Tente realizá-la um mês antes da viagem, para garantir que eventuais vacinas tenham tempo suficiente para atuar com eficácia.

• Prepare um kit de viagem com o que for mais adequado ao seu destino. Medicamentos para a febre (paracetamol, ibuprofeno), para picadas de insetos (repelente, anti-histamínico) e, eventualmente, para situações de gastroenterite (probiótico, soro de hidratação oral) são sempre importantes em qualquer deslocação.

• Não se esqueça da proteção solar. Deve utilizar um protetor com factor 50+, adequado à idade do seu filho, evitar a exposição ao sol nos períodos de maior intensidade de radiação (entre as 11h e as 17h) e usar roupa adequada, chapéu (com abas) e óculos de sol.

• Hidrate bem o seu filho. Com o tempo mais quente é fundamental compensar as perdas que as crianças têm através da transpiração. Assim, devem beber muita água e evitar refrigerantes e sumos, porque não
são a forma mais correcta de repor líquidos. Pode também oferecer fruta ao longo do dia – além de ajudar na hidratação, repõe os níveis de algumas vitaminas.

• Garanta a segurança. Nas férias as crianças andam menos “controladas” e brincam mais no exterior, o que aumenta o risco de acidentes. Como é lógico, é fundamental que elas explorem o ambiente e ultrapassem desafios, mas os riscos devem ser evitados. Tenha particular atenção ao mar, às piscinas e aos tanques.  São muito apetecíveis com o calor. Muita atenção também a objetos, como ferramentas de trabalho, por exemplo,
e produtos tóxicos, como pesticidas e herbicidas, que podem estar menos protegidos nesta altura do ano.

POR ISABEL JACINTO
Farmacêutica

À medida que as crianças crescem, surgem novas brincadeiras e aventuras e, por vezes, novos riscos. Os pequenos acidentes podem, rapidamente, tornar-se uma realidade. Mas não se assuste: basta que adote alguns cuidados extra. De modo a proteger os mais novos, nas férias, não se esqueça:

• Leve consigo um kit de primeiros socorros que deverá conter soluções para os pequenos acidentes do dia a dia, como pensos rápidos, compressas e desinfetante. Mesmo que os cuidados sejam redobrados na hora das brincadeiras, nas férias, é preciso ter em atenção dois aspetos fundamentais: a eventual presença de insetos e o sol.

• Para evitar picadas de inseto, aplique repelente nas áreas mais expostas do corpo da criança. Reaplique sempre que necessário após o protetor solar. O uso de repelente nem sempre evita o contacto com os insetos. Assim, em caso de picada, lave o local em causa com água e sabão e aplique gelo ou compressas frias. Reforce perante os mais novos a importância de não coçarem o local da picada. Se necessário, aplique um creme calmante na zona.

• O protetor solar não pode ser esquecido. Os bebés com menos de seis meses não devem ser sujeitos a exposição solar e deve evitar-se a exposição direta de crianças com menos de três anos. O protetor deve ser aplicado 30 minutos antes da exposição, mesmo com céu nublado.

• Na hora de escolher a roupa dos mais novos, opte por peças de algodão frescas, mas que tapem os braços e as pernas.

• Se viajar de carro, transporte os mais novos em cadeirinhas, em complemento com o cinto de segurança. Nem todas as cadeirinhas são iguais: existem grupos diferentes, adequados a idades
e pesos distintos.

• Tenha ainda os seguintes cuidados nas viagens de carro: bloqueie as portas centralmente e mantenha as janelas de trás fechadas; com sol, utilize protetores nas janelas; se a viagem for longa, faça paragens regulares para todos – mas especialmente as crianças – descansarem, beberem água e comerem. Aposte em snacks leves e frescos, como fruta da época.

• Nunca deixe crianças sozinhas no carro.

Com o apoio: