COM O SIGAPÉ – "AUTOCARRO HUMANO" É SEMPRE A ANDAR!

EO 2018 Segurança | Fonte: Apsi - Associação Para a Promoção da Segurança Infantil
  • slider

Sabia que todas as semanas, mais de 20 crianças e jovens morrem ou ficam feridos na sequência de um atropelamento, nos percursos casa-escola e em zonas residenciais, e que 71% das mortes por acidente correspondem a acidentes de transporte?

São inúmeros os obstáculos à livre circulação das crianças no espaço público. Desde as barreiras físicas, criadas pela velocidade excessiva dos veículos, passeios estreitos e em mau estado, ao estacionamento abusivo e à envolvente rodoviária. A estas condições, junta-se ainda o facto de os trajetos casa-escola serem percecionados pela comunidade escolar como inseguros e pouco adaptados à utilização de modos de deslocação mais suaves e saudáveis - como andar a pé ou de bicicleta.

Assim, as deslocações casa-escola originam picos de tráfego em determinados períodos do dia, potenciando a ocorrência de acidentes no ambiente rodoviário. Meio onde as crianças são dos utilizadores mais vulneráveis. Os pais, numa tentativa de proteger os filhos dos perigos deste trajeto, acabam por alimentar, de forma inconsciente, um ciclo vicioso preferindo levá-los de carro, contribuindo assim para o acréscimo do tráfego nas proximidades das escolas e consequentemente para os próprios perigos que tanto tentam evitar.

Com o intuito de promover a mobilidade autónoma e segura das crianças no trajeto casa-escola, a APSI concretiza o SigAPÉ – "Autocarro humano". Este projeto pretende implementar um "Autocarro Humano", de caráter regular, que consiste na deslocação das crianças em grupo e a pé para a escola, com percursos com várias "paragens" e horários pré-definidos, acompanhas por adultos voluntários.

Como complemento a esta atividade está a ser desenvolvida uma aplicação informática para a gestão do "Autocarro Humano". Esta possibilitará a inscrição das crianças, o check in e o check out, a gestão de rotas, horários e voluntários.

A App SigAPÉ está a ser produzida para garantir a eficiência do "Autocarro Humano" e, através da mesma, os encarregados de educação poderão aceder a diversa informação, como os horários de entrada e saída dos seus educandos no autocarro. Deste modo, as crianças deslocam-se de uma forma mais autónoma e suave no percurso casa-escola.

Devolver as ruas às crianças é o principal objetivo da implementação deste projeto, que está a decorrer em cinco escolas de Lisboa. Além dos ganhos individuais em saúde e a aquisição de conhecimentos sobre segurança e mobilidade, contribui-se para um bairro com menos poluição e um espaço público mais agradável e mais acessível a todos. Promove-se ainda o encontro entre as pessoas da comunidade educativa e o reforço das relações de vizinhança, a par da promoção da inclusão de outros utilizadores vulneráveis, como os idosos.

O projeto SigAPÉ- "Autocarro Humano", que impulsiona o "andar a pé" nos trajetos para a escola, está a ser promovido pela APSI até 2019.

Por: APSI