O PODER DO ENCORAJAMENTO

EO 2018 Educação | Fonte: Ousar Crescer
  • slider

Encorajar uma criança é oferecer-lhe oportunidades para desenvolver a perceção de eu sou capaz; eu posso contribuir; eu posso influenciar aquilo que se passa comigo.

O encorajamento é uma ferramenta muito útil na educação dos nossos filhos, pois permite:
- Ensinar competências vitais, necessárias para o sucesso e o bem-estar
- Redirecionar o mau comportamento num sentido positivo
- Incentivar uma criança que se sente desanimada

O encorajamento só é eficaz na mudança de atitude da criança, quando temos a coragem de desistir de tentar motivá-la através da punição, dos sermões e de outras formas de culpabilização.

Quando compreendemos, verdadeiramente, que uma criança mal comportada é uma criança desanimada, estamos prontos para trabalhar em formas de a estimular.

Utilizamos o encorajamento de forma eficaz, quando assumimos que:
- O castigo não motiva a criança a melhorar
- Por trás de um mau comportamento há uma mensagem que a criança nos quer passar
- Devemos agir em função dessa mensagem e evitar reagir, negativamente, ao mau comportamento
- Podemos ser mais competentes a encorajar do que a castigar

O encorajamento pode ser concretizado de diferentes formas:
- Promovendo um tempo de acalmia após um conflito
- Mostrando atitudes de cooperação
- Tendo como objetivo o aperfeiçoamento e não a perfeição
- Oferecendo com regularidade tempo especial para estar com a criança
- Questionando a criança em vez de fazermos nós muitas afirmações
- Estabelecendo rotinas
- Tentando um abraço

Conteúdo desenvolvido por:
Alexandra Frias, Técnica Superior de Educação
Nuno Francisco Maia, Psicólogo
Ousar Crescer