CROCODILO-DO-NILO

EO 2015 Vida Animal | Fonte: Jardim Zoológico de Lisboa
  • slider

A característica que distingue esta espécie das outras é o quarto dente de cada lado da mandíbula inferior que é visível com a boca fechada.

Com um focinho longo e mais estreito na extremidade, o Crocodilo-do-nilo distingue-se das restantes espécies de crocodilo pelo quarto dente inferior de cada mandíbula, visível mesmo com a boca fechada.

Os Crocodilos-do-nilo adultos chegam a atingir os 5.5m de comprimento e podem ter cerca de 68 dentes.

O Crocodilo-do-nilo vive normalmente em rios, pântanos e lagos na África Subsariana e em Madagáscar. Esta espécie é mais ativa durante a noite, capturando as suas presas com os dentes afiados. Depois de capturadas não as mastigam, engolem bocados ou mesmo o animal inteiro de uma só vez. Os mais jovens alimentam-se de invertebrados, anfíbios, peixes e répteis, enquanto os adultos são predadores ferozes, caçando tartarugas, aves aquáticas, zebras ou mesmo Homens.

O acasalamento dos Crocodilos-do-nilo decorre dentro de água e o sexo das crias depende da temperatura da incubação, num ano mais frio (26ºC a 30ºC) a ninhada será maioritariamente de fêmeas, enquanto que com calor (31ºC a 34ºC) nascerão mais machos.

Apesar da caça para consumo humano e perseguição por serem considerados uma ameaça às populações, o Crocodilo-do-nilo não se encontra globalmente ameaçado, segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza.

Visite o Jardim Zoológico e saiba mais sobre esta espécie!

Texto desenvolvido pelo Jardim Zoológico de Lisboa