UM PASSEIO MÁGICO À SERRA DA ESTRELA

EO 2019 Centro de PortugalMuseus e Passeio
  • slider
  • slider
  • slider

Com ou sem neve, a Serra da Estrela será sempre um daqueles locais mágicos de Portugal onde passear é um exercício de beleza pura.

Uma serra que esconde mil encantos para grandes e pequenos.

Nascida na época glaciar, a serra mais alta de Portugal tem uma beleza única, especialmente no inverno. O frio torna-se num elemento de beleza da paisagem das terras altas. E frio implica bons agasalhos. E que tal irmos todos ver como se fazem os tão famosos lanifícios da Serra. Comecemos o passeio pela Covilhã onde está o Museu dos Lanifícios com os seus dois polos: o da Real Fábrica de Panos e o da Real Fábrica Veiga. É uma verdadeira aula, esta visita. Nas magníficas instalações do museu ficamos a saber como se tingiam os tecidos ou como se obtinha uma cor como o anil. No outro polo, na antiga fábrica recuperada, quase que a sentimos a laborar graças à reconstituição que foi feita dos espaços de trabalho. Entre as máquinas do século XIX e XX aprendemos, entre outras coisas, factos tão curiosos como o de antigamente se usar urina humana e cinzas para obter o fixador para os pigmentos usados no tingimento. Vão adorar.

A não perder, também, e muito pertinho da Covilhã, fica a aldeia de Unhais da Serra. É verdadeiramente deslumbrante ver o vale glaciar que nos deixa cheios de vontade de subir ainda mais, até à Torre. E aí, se houver neve, é brincar até mais não.

Já cansados de rebolar pela neve abaixo, que tal tranquilizar a vista na magnífica descida para Manteigas onde nos espera o Skiparque que promete uma tarde inesquecível. Mesmo para quem nunca esquiou o parque tem tudo para quem quiser experimentar a vertiginosa sensação de descer pela pista de neve artificial, tal campeões do Gand Slalom.

Depois de tanto exercício físico, o melhor é mesmo repousar… propomos uma noite completamente diferente. No Vale de Rossim Eco Resort, a proposta é dormir num yurt, uma tenda de origem mongol. Será uma verdadeira surpresa para os mais pequenos. Uma noite que vai ficar na memória de todos.

No Domingo, sigam para Seia… passando pelo Centro de Interpretação da Serra da Estrela, o melhor local para conhecer todos os ecossistemas da serra bem como as suas maravilhas naturais. Depois, já em Seia, não perca o fantástico Museu do Pão onde os mais pequenos podem seguir todo o ciclo de produção do pão. O museu é super interessante para as crianças que no final ainda podem fabricar uma bolacha com o seu nome como recordação.

Ainda em Seia, o Museu do Brinquedo é a cereja no bolo. Não há criança nem adulto que resista aquelas pequenas maravilhas. São mais de 4500 peças, de Portugal e do mundo, do passado e do presente. Até parece a casa do Pai Natal.

No adeus, a vontade de voltar é imensa. Na serra não faltam locais de sonho para que se repita o passeio.

Boa viagem!