NO PARQUE DE SONHO DE PEDRAS SALGADAS

EO 2018 Porto e NortePasseio
  • slider
  • slider
  • slider

Nas Pedras Salgadas, um fim de semana em família, nem vai parecer real. Já no tempo dos romanos a zona era conhecida por ser um verdadeiro paraíso.

O mesmo poderá dizer a rainha D. Maria Pia e o rei-consorte D. Fernando, ou o Rei D. Carlos que também por lá passaram.

O fim de semana adivinha-se de descanso e de grande contacto com a natureza. O local ideal para ficar é o Pedras Salgadas Spa & Nature Park. Não se pode dizer que seja um hotel, é antes um conjunto de "casas ecológicas" onde de manhã se acorda com os primeiros raios de sol a entrarem pela casa, no meio de um bosque verdadeiramente tranquilo. O espaço foi recentemente premiado a nível internacional pelo conjunto moderno e vanguardista das ecocasas.

A estadia é perfeita para as crianças. Cada ecocasa pode ser adaptada para um máximo de seis pessoas. Lá fora, há o mundo para brincar, dentro das casas há uma kitchenette, chá, café, leite, manteiga, compotas e, na primeira noite, o pão é por conta da casa, entregue no dia seguinte. Que bom!

O Parque de Pedras Salgadas fica entre Vila Real e Chaves e ganhou fama pelo poder das suas águas. É imperdível conhecer o seu lindíssimo conjunto termal, que data do século XIX e que foi integrado no projeto de requalificação feito pelo arquiteto Álvaro Siza Vieira. Em especial, mostre aos mais pequenos as lindíssimas instalações das termas e o local onde se pode beber a água mineral.

Se surgir a vontade de dar um passeio, não muito longe das Pedras Salgadas, cerca de 20 kms, sugerimos que leve as crianças a descobrirem o complexo mineiro de Tresminas, considerada uma das maiores explorações mineiras do período romano, que remonta ao ano 27 a.C.. Para visitar as galerias com acompanhamento é preciso marcar uma visita mas vale bem a pena. Por uns instantes, somos todos mineiros, de capacete e luz na cabeça. Sucesso garantido!

No fim de semana, caso opte por chegar ao resort na 6ª feira, não deixe de marcar uma visita à fábrica das Águas das Pedras, uma moderna empresa de engarrafamento da famosa água que há mais de cem anos transportava as suas garrafas em barcos rabelos, ao lado das caixas de Vinho do Porto.