ANIMAIS NO ALTO ALENTEJO

EO 2017 AlentejoPasseioM/0
  • slider
  • slider
  • slider

CONDIÇÕES ESPECIAIS
ESTRELAS e OURIÇOS

Monte Selvagem: 25% Desconto (crianças até 12 anos)

Apresente esta página
Imprimir

Apresente esta página impressa para obter o desconto

Comece por visitar o Fluviário de Mora, o único na Europa. No domingo, opte pelos animais terrestres... numa visita ao Monte Selvagem!

O Fluviário de Mora é um equipamento que retrata o rio desde a nascente à foz, recriando os diversos ambientes ao longo do percurso fluvial até ao mar. Tem ainda patente uma exposição de peixes exóticos, apresentando, no total, cerca de 70 espécies animais. O mote da exposição são as diversas vidas que o rio alberga, a importância histórica e cultural dos cursos de água e a influência do Homem nestes habitats.

Leve um piquenique e, se o dia permitir, aproveite as mesas de madeira à beira das águas calmas da albufeira. Se preferir o conforto de um restaurante, o do Fluviário apresenta um espaço muito agradável, com vista para o habitat das lontras asiáticas, e uma ementa recheada de iguarias locais, das quais destacamos as migas de espargos, deliciosas! O preço médio de uma refeição ronda os 15€.

Se ainda lhe sobrar tempo e energia, porque não um passeio pelo campo pontuado por interessantes antas, vestígios da ocupação pré-histórica desta região? Juntos, pais e filhos, podem imaginar o que terá sido a vida nesta região no paleolítico. A Anta da Herdade da Ordem fica localizada no Monte da Ordem entre Cabeção e a estrada que liga Pavia a Avis. Num local de fácil acesso. Outra anta muito interessante pela sua transformação em capela, é a Anta-capela de S. Dinis situada no centro da povoação de Pavia.

No domingo, mantenha-se pelos animais, mas agora nos terrestres, o Monte Selvagem - reserva animal, na estrada que liga Ciborro e Lavre, proporciona um espaço preparado para um dia muito bem passado em família. Sem pretensões, numa perspetiva  de educação para a preservação da natureza, do ambiente e da biodiversidade, mantém uma grande variedade de animais (cobras, crocodilos, cangurus, zebras, avestruzes, camelos, entre outros), oferece um passeio de trator pelos cerca de 12 hectares de montado e apresentações de aves de rapina.

Todo o espaço é pontuado por agradáveis locais de descanso e brincadeira que fazem as delícias das crianças e de que se destacam as casas na árvore, o espaço de jogos tradicionais e o slide. Também a quintinha onde se pode tocar nos animais "domésticos" e nas suas crias constituiu um local de que as crianças dificilmente se esquecerão.

O restaurante, sem grandes luxos, apresenta dois pratos diários habitualmente adequados ao gosto dos mais novos e com as suas mesas espalhadas pelo recinto, permite comer entre os animais.

Como ir:
Saindo de Lisboa pela Ponte Vasco da Gama siga na direção de Évora, em Montemor-o-Novo corte para Mora e cerca de 45 minutos depois no Parque Natural do Gameiro, a 4 km de Mora encontra o Fluviário de Mora.

Onde ficar:
Para passar a noite aconselhamos um turismo rural, a Quinta da Azervada de Cima a caminho de Coruche que constitui uma das mais antigas coudelarias do país, está organizada por diversas casinhas rurais, o que é muito agradável para um grupo com várias famílias, e oferece grande variedade de atividades, tanto para os mais preguiçosos como para os radicais.