UMA CIDADE QUE É UM JARDIM

EO 2016 Porto e NortePasseio
  • slider
  • slider

É, talvez, uma das cidades mais bonitas de Portugal. Casas apalaçadas, uma beleza natural rara, jardins fantásticos e até um extraordinário Museu do Brinquedo.

Venham lá. Ponte de Lima é mesmo um local a não perder.

1 Ponte de Lima é a vila mais antiga de Portugal. Conhecida pelas festas e romarias, tem uma história riquíssima e uma gastronomia do melhor que há, sem esquecer o seu tesouro; o vinho verde! Por ser tão antiga, remonta a 1125, data em que D. Teresa a fundou, é natural que exista uma grande carga medieval na cidade, daí a sua beleza. Mas já no tempo dos romanos a povoação existia e tinha a ponte que ainda hoje se pode atravessar. Para as crianças será fantástico verem uma ponte do tempo dos romanos… aliás, eles estão numa das margens do rio Lima. É só procurarem!

2 A melhor forma de conhecer uma povoação é andar pelas suas ruas e aí o centro histórico de Ponte de Lima é exemplar, veja-se o Largo de Camões, sala de visitas da vila. Depois há a ponte romana. As igrejas também são muito bonitas. Mostre às crianças as gárgulas da Igreja de Santo António da Torre Velha que estão lá no cimo da torre.

3 A não perder, principalmente para os mais novos, é o Museu Rural, situado no Parque Temático do Arnado. Vão adorar ver a vida do antigamente. Lá está a Tulha com uma exposição sobre o Linho e outra de pintura, a Cozinha completa, com forno de cozer o pão e lareira, e a Adega com o lagar e tonéis e outros utensílios relativos ao vinho. No celeiro há exposição de alfaias agrícolas, sobretudo ligadas ao milho.

4 Depois desta visita interessante às memórias ancestrais da nossa cultura e do nosso património, e já que está no Parque do Arnado, delicie-se com algo inédito de Ponte de Lima: os Jardins Temáticos do Arnado. O Parque do Arnado nasceu da ideia de criar um jardim temático que permita fazer uma viagem pela história de arte dos jardins. Assim, a viagem passa pelo Jardim Romano, que reproduz um jardim típico das cidades do Império (muito bonito); depois há o Jardim do Renascimento, onde a água é considerada um elemento essencial; o Jardim Barroco, que reflete o esplendor dos jardins franceses. A parte melhor chega com O Labirinto, inspirado na lenda do Minotauro; ou seja, uma possibilidade do visitante "perder-se" num labirinto, que surge na cultura Ocidental a partir da mitologia grega e permanece sempre como um elemento de composição dos jardins através dos séculos. Brincadeira a não perder.

5 Um passeio pela bonita Avenida dos Plátanos vai permitir ver ou visitar várias igrejas de Ponte de Lima, um património riquíssimo da cidade. Para os mais velhos, e se gostam, não percam o Museu dos Terceiros onde podem admirar um precioso conjunto de arte sacra.

6 Principalmente para os mais novos, ou não, é de visita obrigatória o Museu do Brinquedo. Será uma visita em jeito de viagem pela fantasia das crianças e pelas memórias dos adultos. Desde o comboio de zinco, passando pelos baldinhos de praia em madeira com motivos coloridos, as bonecas de pasta de papel, os canhões de folha, o mundo dos brinquedos de plástico, até ao PVC feito em Portugal, há de tudo. Mas a surpresa maior será a cidade dos sete comboios. Uma verdadeira cidade para os comboios de miniatura. Uma verdadeira delícia.

Como vê, são muitas as razões para ir dar um passeio a Ponte de Lima.