UM PEQUENO GRANDE MUSEU

EO 2019 Centro de PortugalMuseu
  • slider
  • slider

CONDIÇÕES ESPECIAIS
ESTRELAS e OURIÇOS

Preço Especial 3,5€ (Museu do Queijo)

Apresente esta página
Imprimir

Apresente esta página impressa para obter o desconto

Se os homens não se medem aos palmos, também os museus não se medem pela sua dimensão. Na Covilhã está, provavelmente, um dos melhores pequenos museus de Portugal, o Museu do Queijo.

Em passeio pela Serra da Estrela, seja verão ou inverno, seja num fim de semana, ou num dia apenas, a cidade da Covilhã é quase de passagem obrigatória. E quem vai à Covilhã, vai ao Museu do Queijo se não quiser perder um dos mais interessantes museus do país. É único e leva-nos a conhecer o mundo do fabrico de um dos melhores queijos do mundo, o Queijo da Serra. Uma visita para pais e filhos, especialmente os mais citadinos e menos dados a estas coisas do campo.

O museu fica na freguesia de Peraboa, e podemos dizer que é um 2 em 1, ou seja, um museu com dois percursos paralelos - um para ficarmos a conhecer todo o processo de criação do Queijo da Serra e outro, mais gastronómico, para provar o queijo no final da visita, altamente recomendável.

A visita é muito atrativa, especialmente para os mais novos, porque estamos num espaço moderno, com salas temáticas, projeções 2D e 3D, jogos interativos, jardim interior e ainda uma sala de degustação e uma loja com diversas recriações de momentos que se vivem no campo como a tosquia e a ordenha.

Assim, através de um percurso real e de multimédia, num bonito edifício de ferro, madeira e pedra, percorremos o ambiente que envolvem a arte e o processo de fabrico artesanal do Queijo da Serra, bem como as técnicas e os utensílios utilizados ao longo dos tempos para confecionar esta iguaria. Uma curiosidade; é possível conhecer as características do queijo de ovelha Kosher, produzido em Peraboa, segundo os preceitos da religião judaica.

Mas o museu mostra também a fauna e a flora da Cordilheira Central Ibérica, bem como o clima e as pastagens que determinam o tipo de leite e o seu produto final que é o queijo. O traje do pastor, os utensílios da arte de fazer o queijo, ou mesmo a história do queijo, que teve início no Egito , são conteúdos que chegam até nós aliando os métodos clássicos dos museus e as novas tecnologias. Os filmes 3D e em 2D são fantásticos e os jogos interativos fazem as delícias dos mais novos. Finalmente, não se esqueçam de visitar casa do pastor, como era desde o séc. XVIII. Uma maravilha, tal como a prova dos queijos, o último gesto que consagra a visita a este museu.

Uma delícia!