UM PASSEIO NA SELVA

EO 2017 Porto e NorteParque
  • slider
  • slider

Quem disse que a selva está lá longe, nos outros continentes? Claro que não, em Avintes há um verdadeiro safari à nossa espera.

Perto de Gaia, o Zoo Santo Inácio é, porventura, o local ideal para um encontro com aquilo que a Natureza tem de mais belo: a sua vida selvagem.

Muito perto do Porto, e em geral, da zona norte, o Zoo Santo Inácio proporciona um programa muito atraente para um dia em família, cheio de surpresas e de momentos inesquecíveis. Não é todos os dias que estamos a um palmo de Panteras das Neves ou de engraçadíssimos Pinguins ou Hipopótamos-Pigmeu. O espaço do Zoo é muito bonito, com grandes zonas verdes onde, a cada esquina, vamos encontrando animais que, alguns, nem conhecemos. Claro que há os macacos e os crocodilos, ou as divertidas araras mas há também espécies raras, algumas em vias de extinção e que o Zoo preserva.

As últimas estrelas do jardim são os cães da pradaria, muito divertidos a fugirem mesmo à nossa frente para as suas tocas no “deserto”, isto já para não falar das suricatas. É verdade, é uma oportunidade única para mostrar aos filhos os verdadeiros “Timon” do filme “Rei Leão”. Eles nem vão acreditar.

Mas no Zoo Santo Inácio há muito mais. Particularmente recomendável, é não perder nenhuma das apresentações:
- Aves de Rapina;
- Répteis;
- Demonstração de Vida Selvagem;
- ou ainda a divertida Alimentação dos Pinguins.

Para os que gostam de emoções mais fortes, os rapazes por exemplo, vão adorar os voos rasantes das aves de rapina ou o gesto de tocar com a mão numa cobra a sério. Os mais pequenos vão rir com a alimentação dos pinguins.

No Zoo, e para quando a fome aperta, há o Parque de Merendas, onde se pode piquenicar mas onde há, também, os snacks do Bar do Lago ou o restaurante “A Eira” com refeições caseiras. Ninguém vai passar fome!

Pelos caminhos do Zoo ainda se pode ver o Reptilário, o Insectário, a Quinta e Horta Pedagógica, o Reino dos Macacos, a Estufa Tropical e o Bosque. Ou seja, não faltam ofertas para que o passeio não seja um sucesso.

Para terminar, seria imperdoável não visitar a Casa-Museu e os seus jardins. Trata-se da antiga e lindíssima residência de verão da prestigiada família burguesa ligada ao comércio de Vinho do Porto, os Van-Zeller. O edifício data do século XIX e é uma verdadeira pérola e uma surpresa pela forma como preserva a vida da época e da região bem como os objetos do dia a dia que evocam um regresso ao passado. Às crianças é obrigatória uma ida à cozinha da casa, um verdadeiro tesouro do passado. Entre panelas e tachos de cobre, a mesa do lanche posta à antiga e o fogão de lenha, tudo parece um filme do antigamente.

E assim se passou o dia... ao ar livre, junto da natureza, perto dos animais e com a família a divertir-se.