UM JARDIM E UM MUSEU ESCONDIDOS EM LISBOA

EO 2017 Região de LisboaJardim e Museu
  • slider
  • slider

Há locais em Lisboa a descobrir urgentemente para regalo de um dia bem passado. O Museu das Comunicações e a Tapada das Necessidades!

Na Junqueira há um museu que nos encanta com a história das comunicações, do tempo da mala posta e dos primeiros selos de correio, da televisão aos satélites e à internet. É o Museu das Comunicações, um espaço quase mágico para os mais pequenos e de recordações para os mais velhos. Através de percursos temáticos e animações interativas descobre-se a evolução do mundo das comunicações. Um dos módulos mais espetaculares é o que recria à escala real uma muda da mala-posta, entre finais do século XVIII e início do século XIX. Desde os cavalos aos apetrechos do correio, dos fatos das senhoras à própria carruagem da mala-posta, tudo servirá para os mais novos não quererem sair dali. Há tanto para ver! Depois, Vencer a Distância, dois percursos sobre a evolução e o aperfeiçoamento das técnicas que permitiram ao homem uma comunicação cada vez mais rápida e eficiente. Uma exposição que está cheia de peças giríssimas. A não perder mesmo é a estação de correios moderna onde as crianças podem assumir totalmente o papel dos seus funcionários num dia atarefado de trabalho, a processar um cheque ou enviar um fax. É um mundo de faz de conta que contagia os próprios adultos.

No final do percurso, depois do mundo da rádio, o mundo da televisão. Num verdadeiro laboratório, grandes e pequenos aprendem como se faz televisão.

Finalmente, a Casa do Futuro. A casa com que todos sonhámos. Todos vão adorar o aspirador-robot, o espelho da casa de banho que também é televisão, os estores programados ou a mesa de comer que muda de cor. Isto para não falar do cão robótico e dos coelhos que fogem de nós na relva do jardim virtual.

Com a barriga a dar horas, nada como almoçar no próprio museu e depois rumar a outro tesouro escondido na cidade: a Tapada das Necessidades, o jardim onde no passado os reis e as rainhas de Portugal faziam os seus piqueniques.

O espaço é ótimo para brincar, correr e aprender que naquele ambiente de natureza pura, por exemplo, a rainha D. Amélia tinha o seu atelier de pintura e que foram vários os príncipes que também brincaram ali. A paisagem para o Tejo é magnífica, bem como o jardim de catos e as várias árvores nacionais e de todo o mundo que ali estão para fazer da nossa tarde uma tarde inesquecível.