PORTUGAL, UM TESOURO DE MONUMENTOS

EO 2017 Região de LisboaPatrimónio
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider

Aproveite o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, que se comemora a 18 de abril, e faça deste mês um momento de descoberta em família de um património tão riquíssimo e que, muitas vezes, está mesmo ao nosso lado e não o vemos.

Que os dias internacionais sirvam para alguma coisa!

Portugal é um país cheio de monumentos, museus, palácios e sítios verdadeiramente deslumbrantes. De norte a sul há programas fantásticos que se podem fazer. Não fugindo à zona onde residimos, planear um dia de passeio não é uma tarefa complicada nem cara sequer.

Antes de sair de casa perca alguns minutos frente ao computador e prepare o passeio. Os sites das autarquias, hoje em dia, são muito completos e ricos no que diz respeito a informação sobre o que se pode visitar numa determinada região. O património histórico e arquitetónico, bem como os museus e outros locais de interesse turístico, estão, por norma, muito bem descritos. É nesta pesquisa que se descobrem, muitas vezes, museus que nem sequer sabíamos que existiam ou locais de beleza rara de que nunca ouvimos falar. Indicação de preços e horários, sugestões de itinerários, locais para dormir e para comer, tudo isto está hoje nos sites das Câmaras Municipais e das Juntas de Freguesia.
Feita a escolha, há que partir.

Seria impossível enumerar aqui todos os locais que merecem ser visitados. Fica uma lista de sugestões, de norte para sul, de algumas ideias de passeios ou visitas, principalmente, para fazer com jovens e crianças.

Viana do Castelo: para além de ser uma cidade lindíssima, tem locais a não perder. Santa Luzia, com uma vista esplendorosa, o imperdível Museu do Traje e da Filigrana, um bom local para levar crianças. O Navio Museu Gil Eanes será uma surpresa para todos.

Guimarães: a cidade onde nasceu Portugal. Todos deviam conhecer. A zona medieval, o castelo, o Paço dos Duques de Bragança, é tudo lindíssimo. No Museu de Alberto Sampaio pensa-se que está lá a túnica em cota de malha supostamente usada pelo Rei D. João I na Batalha de Aljubarrota.
Não é fantástico?

Braga: A cidade dos arcebispos é um tesouro. Não percam a Sé e o seu Tesouro-Museu. Incontornável é a subida ao Bom Jesus. Vá pelo elevador do Bom Jesus do Monte, a funcionar desde 1883. É o funicular mais antigo do mundo em funcionamento que utiliza contrapesos de água. Espantoso!

Monção: O Palácio da Brejoeira é um tesouro. Lindíssimo. Palácio, capela, bosque, jardins, vinhas e adega antiga são de visita obrigatória.

Vila Real: Outro palácio soberbo, o Solar de Mateus. É um espaço lindíssimo. Vale a pena fazer a visita guiada. A biblioteca é magnífica.

Viseu: Cidade antiga, cheia de património que vale a pena ver. Obrigatório é ir ao Museu Grão Vasco.

Porto: O porto é um mundo. Há dezenas de locais a ir mas faça com as crianças a viagem das 7 Pontes no rio e passeie pela Ribeira. De visita obrigatória, o Museu Soares dos Reis, a Torre dos Clérigos, agora com a visita ao museu e enfermaria, e o deslumbrante Palácio da Bolsa. Quem não quer ver a sala árabe deste palácio? Na rua, visite a Estação de S. Bento e os seus maravilhosos azulejos. Para os mais novos, o World of Discoveries é um programa ganho, um misto de museu e parque de diversões. E porque não uma ida ao Sea Life do Porto? É um programa ótimo para ir em família.

Belmonte: É uma terra maravilhosa, terra de Pedro Álvares Cabral e de uma importante comunidade judaica. O museu judaico de Belmonte é uma referência nacional e o Museu dos Descobrimentos é uma aventura. Muito bonito, muito interativo, é o ideal para as crianças. Descobrimos o Brasil e a história de Cabral.

Covilhã: A Serra da Estrela está cheia de locais lindíssimos para visitar mas vale a pena ir até à Covilhã e visitar o Museu do Lanifício para se conhecer uma das mais antigas indústrias humanas.

Coimbra: Cidade esplendorosa. A Universidade, o centro histórico, o Portugal dos Pequenitos, tudo vale a pena ver. Imperdível, a Biblioteca Joanina, uma das mais bonitas do Mundo ou o agora renovado Museu Machado de Castro e o Mosteiro de Santa Clara-a-Velha. Não deixe de ver, também, o túmulo de D. Afonso Henriques na bonita Igreja de Santa Cruz.

Conímbriga: As ruínas romanas de Conímbriga são únicas. Verdadeiro tesouro de uma época. Merecem uma visita.

Buçaco: Para além da vista, lindíssima, e do espaço do Palace Hotel que é lindíssimo, tal como a mata que o circunda, há ainda o museu militar que memoriza a Batalha do Buçaco contra as tropas francesas. É um passeio a fazer e que ainda dá para passar pelo Luso e pela fonte da água límpida, famosa pelo seu sabor.

Batalha: Local histórico por excelência. Património da Humanidade e local de profundo significado histórico para Portugal. O Mosteiro é extraordinário e o Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota é ótimo para entender o que ali se passou em 1385. As crianças vão adorar e os adultos também. É na Batalha que está o túmulo do Soldado Desconhecido.

Alcobaça: Ao lada da Batalha, é outro monumento que todos deviam conhecer. Inesquecíveis os túmulos de Pedro e Inês e a nave central do Mosteiro. A cozinha ficará na memória dos mais pequenos.

Castelo de Óbidos: É uma aldeia de sonho. Está dentro do castelo medieval e deslumbra turistas de todo o Mundo.

Tomar: Terra de templários. É uma povoação mística, património da Humanidade. No Convento de Cristo há a famosa janela a incrível Charola. A beleza deste tesouro é imensa e vale bem a pena visitar.

Lisboa: Em Lisboa há monumentos e museus que são pérolas nacionais. Todos já ouviram falar. Se não os visitaram, é a altura certa: Mosteiro de Jerónimos,  Castelo de S. Jorge , Torre de Belém, Museu dos Coches, Museu de Arte Antiga, Palácio de Queluz , Palácio da Ajuda, etc., etc.  São tantos, que a lista é infindável.

Sintra: Um outro local onde tropeçamos em monumentos. Palácio Nacional de Sintra, Palácio de Monserrate,  Palácio da Pena, Quinta da Regaleira, Castelo dos Mouros, todos são de visita obrigatória. Mas, se puder, não deixe de visitar o magnífico Chalet da Condessa d'Edla ou o surpreendente Museu das Notícias.

Mafra: Em Mafra está o maior e mais magnificente convento português. É imperdoável nunca o ter visitado. Para os mais pequenos, a farmácia, o hospital e a biblioteca enchem as medidas.

Vila Viçosa: A pouco mais de uma hora de viagem de Lisboa fica a terra que está cheia do património da Casa de Bragança. O Paço Ducal e o castelo, bem como os museus que albergam, são um passeio riquíssimo à história de Portugal. A Igreja de Nossa Senhora da Conceição também é para visitar, foi aqui que em 1646 Nossa Senhora da Conceição foi coroada Rainha de Portugal por D. João IV.

Évora: Ainda antes de chegar a Évora não perca um monumento que é verdadeiramente único: o Cromeleque dos Almendres.  É o monumento megalítico do seu tipo mais importante da península Ibérica, e um dos mais importantes da Europa. A não perder. Em Évora, a Sé e o Templo de Diana são visitas clássicas, assim como, a famosa capela dos ossos.

Vidigueira: Terra de Vasco da Gama. São de visitar as imponentes ruínas romanas de S. Cucufate. Muito interessante e educativo para as crianças é o seu museu municipal

Faro: Muito perto de Faro há uma joia escondida que poucos saberão que existe: o Palácio de Estoi. Do final do século XVIII, o edifício é de uma beleza rara. Para o visitar, e por se tratar de uma Pousada do Grupo Pestana, convém confirmar que não há nenhum evento marcado que possa impossibilitar a visita.

Estas são apenas algumas sugestões de visita ao património português para o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, ou para todo o mês, ou para toda a vida. Há muitos outros museus e sítios maravilhosos para conhecer. Não será por falta de ideais. Basta procurar e querer. Boas visitas!

Site úteis para pesquisa de património:
Direção-Geral do Património Cultural

Guia da Cidade