PASSEIOS COM CIÊNCIA POR 9 CENTROS DE CIÊNCIA VIVA

EO 2019 Passeio
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider

Existem 21 Centros de Ciência Viva em todo o País. Mostram as maravilhas da ciência de forma divertida e dinâmica e estão entre as melhores atrações que cada região tem para oferecer. Nove propostas de passeios para fazer em família com passagem obrigatória por um Centro de Ciência Viva.

O tesouro do Minho
Braga, uma das cidades mais antigas de Portugal, tem uma longa história para descobrir. Comece o dia no centro histórico e visite a Sé de Braga. Os pormenores arquitetónicos românticos, os túmulos e a passagem pelo Tesouro-Museu são o ponto alto do percurso. Nas imediações encontra o Museu dos Biscaínhos, um palácio do século XVIII, o Jardim de Santa Bárbara e o Palácio do Raio, com mais 500 anos de história em exposição. Enquanto as crianças têm alguma energia, a paragem obrigatória é no Planetário - Casa da Ciência de Braga. Digital e imersivo, exibe documentários científicos a 360º e a visão do céu noturno em tempo real. Termine o dia no ex libris da região - o Bom Jesus do Monte. Se tiver tempo não deixe de conhecer o Santuário do Sameiro. À semelhança do Bom Jesus, este monumento tem uma imponência digna de ser vista e fotografada, claro.

O universo no Porto
Seja pelas especialidades gastronómicas ou pelas belas pontes, explorar o Porto é sempre uma surpresa. Depois de passear pela foz do Douro, atravessar a ponte Luís I e visitar as caves de vinho, leve a família ao Planetário do Porto e descubram em conjunto os segredos da astronomia. Saber o que existe nos confins do universo, viajar pelo sistema solar ou aprender como os telescópios contribuem para expandir o nosso conhecimento são algumas das revelações. Suba também ao alto da Torre dos Clérigos, perca-se no jardim de Serralves, conheça o aquário Sea Life e expanda os conhecimentos de todos sobre a Natureza na Galeria da Biodiversidade e Jardim Botânico.

Aveiro: dunas, ria e ciência
Em Aveiro, os canais são a principal atração, por isso nada como desfrutar de um passeio num dos tradicionais barcos moliceiros da Ria. Em terra, comece por visitar a Fábrica - Centro Ciência Viva de Aveiro. Situada numa antiga fábrica de moagens de cereais do início do século XX, dispõe, além das exposições permanentes, de vários laboratórios com atividades para toda a família. Depois deste “passeio científico” tome nota de alguns pontos obrigatórios: Parque Natural das Dunas de São Jacinto, Forte da Barra Museu da Vista Alegre e a avenida principal da Costa Nova.

Os encantos de Constância
Constância, vila ribatejana, situada no encontro do Tejo com o Zêzere, oferece mais do que muita Natureza para explorar. Uma das principais atrações é o Castelo de Almourol. Com um ar majestoso, mesmo no meio do rio, este monumento proporciona uma experiência divertida em família, nem que seja pela viagem de barco, o único meio para lá chegar. Faça planos para se perder pelo Parque Ambiental de Santa Margarida, mais especificamente pelo borboletário tropical e pelo Parque de Astronomia Centro Ciência Viva de Constância. O nosso concelho: visite o centro durante a noite, situado estrategicamente no Alto de Santa Bárbara, e observe o céu estrelado nesta zona sem poluição luminosa. Não deixe de visitar o Jardim Horto de Camões e a Casa-Memória de Camões – o poeta terá vivido alguns anos em Constância.

Os morcegos do Alviela
Em pleno Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros, o Centro Ciência Viva do Alviela – Carsoscópio faz valer a viagem até às margens do rio com o mesmo nome. O Centro funciona como um observatório do Maciço Calcário Estremenho e, em particular, das colónias de morcegos que aí habitam. A poucos minutos de carro, conheça a gruta do Algar do Pena para observar uma magnífica paisagem subterrânea a cerca de 50 metros de profundidade. Se escolher a época balnear para viajar, aproveite e dê um mergulho na praia fluvial dos Olhos d’Água.

Lisboa a Oriente
Lisboa pode até ser menina e moça, mas não lhe falta história e personalidade. Apesar de muito antiga, está repleta de novidades a cada esquina. O epicentro da modernidade lisboeta é o Pavilhão do Conhecimento, o maior centro interativo de ciência e tecnologia do País. Exposições temáticas e centenas de módulos interativos convocam crianças e adultos. Quando acabar esta pequena “viagem” dê um passeio de teleférico no Parque das Nações, deixe-se maravilhar pelo Oceanário e, se ainda tiver tempo, passe a ponte Vasco da Gama para a outra margem, até às Salinas do Samouco, em Alcochete.

Minas do Alentejo
Nas planícies alentejanas, a antiga aldeia mineira do Lousal, tem muito conhecimento para “extrair”. Confirme isso mesmo no Centro Ciência Viva do Lousal – Mina de Ciência, um moderno centro de ciência, que apresenta exposições interativas e dinamiza diversas atividades. O centro funciona ainda como polo interpretativo do complexo de arqueologia industrial. A mina, a céu aberto, apresenta um conjunto de passadiços de madeira para percorrer a paisagem árida. Depois de visitar a aldeia e o Museu Mineiro do Lousal, vá até à Galeria Mineira Waldemar d’Orey, onde pode caminhar até ao interior da terra.

Energia no Algarve
Quando o assunto é passear, costa algarvia soa sempre bem. As tradicionais casas brancas e o rio que atravessa as principais artérias dão charme à pequena cidade de Tavira. Uma sugestão: caminhe pelas ruas estreitas do centro e faça uma visita ao Castelo, onde encontra um jardim a partir do qual consegue ter uma vista panorâmica sobre a província. Outra sugestão para apreciar a paisagem é subir à Torre de Tavira e fazer uma observação de 360º a partir do interior de uma câmara fotográfica gigante que utiliza um princípio ótico simples, composto de espelhos e lentes. Bem no coração da cidade, no antigo Convento do Carmo, o Centro Ciência Viva de Tavira tem como principais temas a água e a energia.

No meio do Atlântico
Com o verde da terra e o azul do mar, a ilha de São Miguel guarda uma coleção de atrações imperdível: a Lagoa da Sete Cidades, o Pico do Carvão, as Furnas, a Fábrica de Chá, o Parque Terra Nostra, a Vista do Rei, as lagoas do Fogo e do Congro e muito mais, pois se existe um paraíso natural é esta ilha. A Expolab – Centro Ciência Viva dos Açores situa-se na cidade da Lagoa, a 15 minutos de carro de Ponta Delgada. Este centro é especialmente vocacionado para a promoção do conhecimento nos diferentes domínios das Ciências Naturais e da Tecnologia. Além das exposições e dos laboratórios com experiências para todas as idades, o centro organiza palestras, sessões de cinema, saídas de campo e workshops.