O FANTÁSTICO PILAR 7 DA PONTE

EO 2018 Região de LisboaPasseio
  • slider
  • slider
  • slider

É das atrações mais recentes de Lisboa e uma das mais surpreendentes. Uma visita ao Pilar 7 é uma verdadeira experiência emocionante, que começa ainda antes de chegar ao topo.

A ponte 25 de abril tem 14 pilares, mas é o 7 que nos interessa, porque é nele que vamos viver uma experiência sensorial única, nesta obra prima da engenharia que embeleza o estuário do Tejo desde 1966.

O Pilar 7 situa-se na Avenida da Índia, mesmo ao lado do Lx Factory. Primeiro, é preciso estacionar o carro junto à antiga FIL e, depois, seguir a pé. São meia dúzia de metros, mas o chegar a pé junto ao pilar vai permitir, desde logo, que nos apercebamos da sua magnitude. É impressionante olhar cá de baixo para o Pilar 7 em toda a sua extensão, até la cima, junto ao tabuleiro superior da Ponte.

Antes de iniciarmos a visita, vale imenso a pena pagar o valor extra do bilhete e fazer a experiência da visita virtual. Nela somos convidados a seguir técnicos de manutenção da ponte que nos levam a lugares impensáveis de visitar por nós fisicamente. É o caso do ponto mais alto da ponte, num dos pilares sobre o rio ou a incrível experiência de andar sobre o cabo que se estende entre os dois pilares principais da ponte. Chega a dar tonturas olhar "cá para baixo" e ver o rio tão lá ao fundo. É incrível!

Depois deste aperitivo, inicia-se a visita propriamente dita. Pelo chão, vamos encontrando grandes discos de metal com informações relativas à construção da ponte. Depois, numa primeira sala, temos acesso, pela primeira vez, à maqueta original da ponte.

A seguir vem a Sala dos Trabalhadores. Projetados nas paredes, vamos vendo vídeos que mostram as intervenções feitas durante a construção da ponte bem como os números astronómicos sobre as suas características. A sala está cheia de sons. Desde gaivotas até fortes marteladas e sons metálicos que se transformam em vibrações debaixo dos nossos pés. A sala seguinte, envolvida numa atmosfera azul, como se estivéssemos debaixo de água, dá acesso a um elevador que nos leva a uma segunda plataforma com duas atrações; uma é a de se conseguir sentir a aproximação do comboio na ponte, a outra é a possibilidade de ver aquilo que poucos viram: as duas salas gémeas onde estão as principais amarrações dos cabos de sustentação da ponte. É uma imagem quase surreal. Nem dá para acreditar que é ali que está o
segredo da ponte, nos 54.196km de fio de aço que a seguram. Cada cabo tem mais de um milhão de fios de aço.

Antes de subirmos até ao topo, há ainda uma prova dos 9 para avaliarmos como estamos de "alturas". Na sala dos espelhos, assim chamada por o chão ser uma enorme superfície espelhada, o nosso cérebro é desafiado a dar-nos ordem para avançarmos para o abismo. É uma das experiências mais engraçadas do Pilar 7. O que de facto vemos no chão é o reflexo do que está por cima de nós, ou seja, todo o "miolo" do pilar. E a sensação é mesmo a de estarmos à beira do abismo. As crianças vão adorar.

Finalmente, entramos para o elevador que nos leva até ao nosso destino, a 80 metros de altura do chão. À medida que subimos, as paredes de vidro do elevador permitem vistas deslumbrantes sobre o rio até à sua foz, bem como sobre a zona ribeirinha de Lisboa. Chegados, vale a pena ficar lá por cima vários minutos a experienciar a Ponte. Ao nosso lado, a escassos metros, passam a toda a velocidade, os milhares de carros que diariamente a atravessam nos dois sentidos. E, por baixo, passa o comboio. A última experiência é mesmo a de desfrutar da paisagem, soberba. Claro que ninguém sai de lá sem as fotografias e as selfies da praxe, tiradas no varandim de vidro que está suspenso no topo do Pilar. É a cereja no topo do bolo. Por isso, ninguém tenha dúvidas, vale mesmo a pena visitar o Pilar 7.

PILAR 7
Av. da Índia - Lisboa
Todos os dias, das 10h às 20h entre maio e setembro e, até às 18h entre outubro e abril.
PREÇO: 6€ para adultos, 4€ para maiores de 65 anos, entrada gratuita para crianças até aos 5 anos e para portadores do Lisboa Card.
A experiência de realidade virtual tem um bilhete próprio e custa 1,5€.