19 PROGRAMAS PARA FAZER EM 2019...

EO 2019 Todo o País | Programas em Família
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider

…se ainda não os fez, claro, embora repeti-los nunca seja demais. Do Minho à Madeira, dê a conhecer às crianças o nosso país em toda a sua beleza e diversidade paisagística e monumental.

Navegar pelos rios Douro, Tejo e Sado
Uma viagem de barco é uma oportunidade para miúdos e graúdos conhecerem o País sob um ângulo diferente. No Tejo, avistam-se aves magníficas e, no Sado, os famosos roazes. Ao longo do Douro, deparamo-nos com algumas das paisagens mais imponentes de Portugal.

Explorar os castelos
Tantas batalhas no passado do nosso território deixaram dezenas de fortalezas como testemunhas. Os castelos de Bragança, Guimarães, Santa Maria da Feira, Almourol, Sintra, Marvão ou Arraiolos são alguns bons exemplos para um passeio que vai valer uma lição divertida de história para os mais novos.

Subir ao Bom Jesus de Braga
O Bom Jesus é uma das principais atrações da cidade de Braga. Este monumento tem o funicular mais antigo do mundo, uma escadaria interminável com 573 degraus, fontes e estátuas barrocas. Um cenário saído de um filme capaz de deixar as crianças boquiabertas.

Passear pelo Gerês
Situado no extremo noroeste de Portugal, entre Minho, Trás-os-Montes e a Galiza, o Parque Nacional da Peneda-Gerês é um dos grandes tesouros naturais do País. Com uma beleza inesgotável, proporciona verdadeiras aventuras para viver em família, com direito a observação de animais, como os garranos, e mergulhos em cascatas cristalinas.

Percorrer os passadiços do Paiva
Em Arouca, a uma hora de distância do Porto, os Passadiços do Paiva atravessam uma grande parte do rio com o mesmo nome. Com 9 quilómetros de extensão, passam pela praia fluvial do Areinho e abrangem uma área conhecida como Garganta do Paiva. Uma caminhada longa, mas uma experiência única de contacto com a natureza.

Subir à torre dos Clérigos
A Torre dos Clérigos é o monumento mais emblemático do Porto e a torre mais alta de Portugal, ascendendo a 76 metros e com mais de 200 degraus que dão acesso a uma privilegiada vista panorâmica. A subida é exigente (e sem espaço para carrinhos de bebé). Mas, uma vez chegados lá acima, o esforço é amplamente compensado pela vista sobre a cidade.

Brincar no Parque de Serralves
Se existe um espaço verde obrigatório para visitar em família, chama-se Parque de Serralves. Com esculturas ao ar livre, este exemplo nobre de arquitetura paisagista é o lugar ideal para as crianças gastarem as energias depois de uma ida a uma exposição – ou mesmo como um programa por si só. Nos seus dezoito hectares, além da mata e dos jardins projetados nos anos 30 do século XX, há uma encantadora quinta tradicional com animais.

Passear pelas aldeias de xisto
A zona centro esconde uma infinidade de tesouros. A Rede das Aldeias de Xisto integra 27 aldeias localizadas entre Castelo Branco e Coimbra. Como o nome indica, trata-se de um território essencialmente constituído por montanhas de xisto e povoado por localidades com casas típicas feitas desta pedra e cuidadosamente recuperadas nos últimos anos. Desde Sortelha a Piodão, passando por Idanha-a-Velha, são lugares recheados de história e tradição que conservam uma magia especial.

Descobrir a neve na Serra da Estrela
Lembra-se da primeira vez que viu neve? Quase todas as crianças anseiam por esse momento. Não só para ver, como para tocar nos flocos, atirá-los, deslizar pela neve, fazer bonecos… A Serra da Estrela é o único lugar em Portugal onde se pode praticar esqui e snowboard, andar de trenó ou de motoski. Descobrir a neve é uma experiência inesquecível para os nossos miúdos, mais habituados a brincar com a areia da praia.

Ir ao Portugal dos Pequeninos
Em Coimbra esconde-se um “País” especialmente feito à medida das crianças, mas com espaço para os adultos circularem à vontade. O Portugal dos Pequeninos é constituído por réplicas, à escala reduzida, de alguns dos monumentos e construções mais significativas do nosso património arquitetónico, bem como de territórios por onde os portugueses passaram. Foi inaugurado em 1940 e, ainda hoje, é um dos sítios para crianças mais visitados do País.

Visitar as nossas grutas
Portugal tem algumas grutas paradisíacas, como a de Benagil, no Algarve, um esconderijo no meio das rochas com vista para o mar. Mais nas profundezas, e sem luz natural, as grutas de Mira de Aire, Santo António e Alvados, no Parque Natural da Serra de Aires e Candeeiros, estendem-se por vários quilómetros e oferecem cenários de cortar a respiração.

Entrar na biblioteca de Mafra
A estrela do Palácio Nacional de Mafra é considerada uma das bibliotecas históricas mais importantes do mundo e tem um valioso depósito de cerca de 30 mil volumes cuja conservação conta com uma ajuda inesperada: a dos morcegos… Nobre e imponente, a biblioteca de Mafra, com os seus dois andares, galerias e ornamentos, vai deixar toda a família impressionada.

Ir ao Jardim Zoológico de Lisboa
Girafas, crocodilos, macacos, tigres, leões, hipopótamos, zebras, aranhas, cobras e lagartos… Uma verdadeira arca de Noé espera pelas famílias no Zoo de Lisboa. O jardim acolhe cerca de 360 espécies e, mais do que um local de exibição de animais exóticos, assume-se como um centro de preservação da biodiversidade e de sensibilização para a proteção do meio natural. Por tudo isto, uma ida ao jardim zoológico é fundamental, nem que seja uma vez na vida.

Fazer um safari alentejano
Por vezes, sabe bem fugir da agitação da cidade para apreciar o sossego do campo e, se possível, ver animais à solta – ainda que em cativeiro. O Monte Selvagem, em Montemor-o-Novo, e o Badoca Safari Park, em Santiago do Cacém, proporcionam a observação de diversas espécies de animais exóticos, sem jaulas, num safari em pleno Alentejo. Os miúdos adoram.

Observar as estrelas
Quantas vezes paramos para apreciar a beleza do céu nocturno? Aproveite a companhia dos miúdos e experimente observar os triliões de luzes do universo, com o seu trânsito constante de partículas cósmicas (estrelas cadentes). Pode fazê-lo no meio da natureza (o Parque de Noudar, em Barrancos, é um excelente sítio) ou num dos muitos observatórios astronómicos do País.

Avistar baleias nos Açores
Os Açores são um dos maiores santuários de baleias do mundo, com mais de vinte tipos de cetáceos a habitar as águas do arquipélago. Se tiver a oportunidade de visitar as ilhas com a família, não hesite: leve os seus filhos a ver as baleias. E não se espante se os adultos ficaram ainda mais impressionados do que as crianças quando um cachalote, ou outra espécie destas majestosas criaturas, emergir das profundezas do oceano.

Andar a pé pelo interior da ilha da Madeira
A pérola do Atlântico é bonita de todos os ângulos, inclusivamente vista do mar, mas o maior segredo da sua beleza esconde-se no interior acidentado da ilha. Numa visita à Madeira, guarde pelo menos um dia para caminhar pelas levadas e ir ao encontro de lugares remotos de uma beleza indiscritível. O esplendor do interior da Madeira já mereceu por parte de muitos caminhantes experientes o epíteto de “Amazónia Portuguesa”.

Cruzar Portugal inteiro pela Estrada Nacional 2
É a terceira maior estrada do mundo. Com 738 km, desde Chaves a Faro, é uma boa escolha para uma viagem de carro em família. A EN2 liga paisagens tão diferentes como as vinhas do Douro, as planícies alentejanas ou as praias algarvias, oferendo uma panorâmica global do nosso país.

Dar um pulinho a Espanha
Atravessar a fronteira pela primeira vez é uma experiência emocionante para os miúdos. E bem perto de Portugal encontram-se vários tesouros espanhóis. Desde os teatros romanos de Mérida à Serra da Gata, passando pela cidade de Cacéres, o Lago de Sanabria ou a controversa Olivença, o que não faltam são destinos em Espanha, bem interessantes e próximos da fronteira, para visitar com a família.