ONDE SE ESCONDEU O PATO MUDO?

EO 2017 Região de LisboaJardim
  • slider

Lisboa tem mais um motivo para pegar nas crianças e desfrutar da cidade. Leve-os até Belém à procura do Pato Mudo!

Vá até à zona do Jardim Botânico Tropical, em Belém. O desafio é encontrar o Pato Mudo que “fugiu” do jardim e precisa de ajuda para lá voltar. Leve as crianças pela rua frente aos pastéis de nata e proponha a “caça” ao pato. Diga-lhes que têm que ir com muita atenção para o descobrir e não o assustar. Siga na direção do Palácio de Belém.

À esquerda, na Travessa do Marta Pinto, ao fundo da rua, lá está ele! O Pato Mudo. Faça com que eles descubram o painel artístico gigante, com cerca de 600 azulejos e quase cinco metros de altura.  Trata-se de uma composição de painéis de caráter fotográfico, utilizando os azulejos portugueses recuperados de mais de dez fábricas – a maioria já extinta. A ideia partiu do estúdio “Design Pedrita” e visa promover a arte urbana e contemporânea.

O tema do "Pato Mudo" nasceu como simbolismo à colónia de patos existentes no Jardim Botânico Tropical que fica dentro do muro onde está precisamente colocado este mural de azulejos. Depois da surpresa e da observação em pormenor da beleza dos vários azulejos usados para esta obra, a proposta é entrar no Jardim Botânico Tropical. Junto ao Mosteiro dos Jerónimos, é um mundo de espaço para brincar, seja à bola ou a saltar à corda ou mesmo a jogar às escondidas. O jardim é muito bonito, com lagos, árvores, plantas raras, grandes alamedas e espaços de relva fantásticos. Há, também, um grande portão chinês que representou Macau na Exposição do Mundo Português em 1940 que vale a pena ver.

Quando estiverem a cair de cansados, já sabem, poucos metros abaixo, quentinhos a estalar, estão os Pastéis de Belém. Bom lanche!