É QUARTA, VAMOS AO FAROL!

EO 2017 Todo o PaísVisita0€
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider

ATIVIDADE GRÁTIS

Há cerca de 30 faróis em Portugal à espera da nossa visita. As portas abrem-se gratuitamente às quartas-feiras sem marcação mas também se podem visitar ao fim de semana. As paisagens são lindíssimas e o passeio inesquecível.

Se for quarta-feira, já sabe, as portas dos 29 faróis portugueses espalhados pela costa estão abertos ao público com visitas gratuitas e sem necessidade de marcação prévia. E mais, com direito a uma visita guiada pelos respetivos faroleiros, o que é fantástico. Só no continente são dezassete faróis, ou seja, dezassete passeios e mais dezassete histórias para ouvir e guardar na memória porque não é todos os dias que se visita um farol. Os faróis sempre foram na nossa imaginação sinónimo de aventura e mistério. Estão muito associados às histórias fantásticas, às tempestades e às noites de aventuras. Por isso, subir a um farol não é só uma visita a um edifício com uma forma muito peculiar e com muitas escadas para subir, mas pode ser muito mais do que isso.

Os faróis em Portugal são muito antigos. O primeiro que existiu acendeu-se na Torre do Convento de São Francisco, no Cabo de São Vicente, perto de Sagres, no Algarve, em 1520. Depois, mais tarde, foi o Marquês de Pombal quem mandou construir os primeiros faróis a cargo do Estado. Como vêm, é um património histórico muito rico. Claro que as quartas-feiras não são os dias mais fáceis para ir aos faróis, a menos que se esteja de férias e se aproveite para dar um passeio com os avós. Mas as visitas podem ter lugar fora das datas e horários agora definidos, o único senão é que é necessário pedir uma autorização prévia.

2015 foi Ano Internacional da Luz, e nessa perspetiva  faz todo o sentido conhecer melhor os nosso lindíssimos faróis que durante anos e anos têm dado boa luz aos navios que passam ao largo de Portugal. Nas visitas há as histórias dos faroleiros sobre a sua vida solitária mas também há muito para ver e aprender. Quem já viu as enormes lâmpadas dos faróis e os seus complexos espelhos de refração? E quem sabe como eram os faróis antes de aparecer a eletricidade? E hoje, os computadores também metem o bico nos faróis? Tantas perguntas à espera das respostas. Vá, escolham um perto de vocês e comecem o passeio! Vão ver que vai valer a pena.


Mais informações:
Marinha - Direção de Faróis
214 461 660