CASAS COM HISTÓRIA

EO 2017 Especial Sugestões
  • slider

Têm em comum: muitos anos de vida, muito saber e experiência, tal como os avós, e a possibilidade de serem a casa que procuramos para conviver bons momentos entre amigos e familiares. Com cenários diferentes, todos contam histórias com sabor.


Scones caseiros

Casa de Chá de Santa Isabel
Lisboa
917 422 749
Mantendo-se fiéis aos valores da Obra das Vicentinas, neste espaço recupera-se o melhor da tradição e das receitas das avós. Os bolos e os scones são os ex-libris de sempre, o ambiente familiar. Para uma pausa merecida, almoço, jantar com grupos de amigos ou com a família (por reserva). Tem também serviço de takeaway para levar consigo comida caseira.

Um clássico
Pastelaria Versailles
Lisboa
213 546 340
Ducheses, bolos de chocolate, croquetes… Uma montra apelativa de pastelaria, com serviço de restaurante, tudo confecionado no local, de decoração clássica. A Versailles da Avenida da República celebra este ano o seu 95.º aniversário. Um ponto de encontro histórico no interior da cidade que abriu recentemente um novo espaço em Belém. A conhecer!

Projeto de família
Casa Piriquita
Sintra
219 230 626
Fundada há mais de 150 anos, a Casa Piriquita é uma referência na região de Sintra. É conhecida pelos famosos Travesseiros - pastel recheado com doce de ovos e um toque amendoado – e pelas Queijadas. O nome deve-se à alcunha que o rei D. Carlos I deu a Constância Gomes, pela baixa estatura. Projeto de família, serve sabores além-fronteiras.

Café de saco
Café Progresso
Porto
223 322 647
Aberto desde 1899, é o mais antigo café da cidade do Porto com uma especialidade cada vez mais difícil de encontrar: o café de saco, que se faz acompanhar por tertúlias, exposições e concertos. Com a sua remodelação em 2005, chegaram novos públicos e novos menus, como crepes, gelados e brunch. O ambiente mantém-se familiar e propício ao convívio.

Pequenos luxos
Majestic Café
Porto
222 003 887
Na rua Santa Catarina, central na cidade, este café conta a história do Porto. O Porto dos anos vinte, das tertúlias políticas e do debate de ideias. O Porto da "Bélle Époque", dos escritores e dos artistas. Serve cultura e requinte. As rabanadas são típicas, envoltas no seu suave creme de ovos e frutos secos, mas há uma série de outras iguarias que fazem as delícias do visitante.