UMA FESTA DEDICADA À HISTÓRIA EM BRAGANÇA

EO 2019 BragançaRecriação Histórica14 Ago.: 18h-24h, 15 a 17 Ago.: 12h-24hM/00€
  • slider
  • slider
  • slider
  • slider

ATIVIDADE GRÁTIS

As ruas e as ruelas da cidadela de Bragança fazem uma viagem no tempo, ao período medieval, para celebrarem a Festa da História. De 14 a 17 de agosto, pode ver soldados a controlar a entrada do castelo ou mercadores a agitar a feira com os seus pregões.

A Festa da História tem como cenário o incomparável castelo de Bragança e com Fernão Mendes “O Velho” como personagem principal. O Castelo de Bragança, um dos mais bem preservados do país, regressa durante quatro dias à época medieval com cenários e personagens a recriarem episódios históricos da cidade.

Soldados que controlam a entrada do castelo, mercadores que agitam a feira com os seus pregões e larápios, que esperam os bolsos cheios dos mais distraídos, são algumas das personagens com que se poderá cruzar.

Para repor energias, os visitantes podem encontrar várias iguarias na “Praça do Sustento”.

Música, teatro, dança, espetáculos para crianças, demonstrações de falcoaria e oficinas pedagógicas são algumas das atividades permanentes e gratuitas da Festa da História.

Programação:
Cortejo de Infantes
Depois de um conjunto de oficinas plásticas, onde os infantes de Bragança construíram os seus próprios adereços de inspiração medieval, juntam-se os miúdos para visitar a Festa da História. Um momento diferente para recordar que desde sempre, eles são o melhor do mundo.
Local: Castelo de Bragança
14 ago.: 18h

Cortejo de Abertura
Nobres e povo, mercadores e compradores juntam-se nas ruas do centro do burgo para visitar a recém-instalada feira, dentro das muralhas do castelo. Um momento de partilha e convívio onde toda a população é convidada a participar ou assistir.
Local: Cento Histórico até ao Castelo
14 ago.: 21.30h

O Juízo de D. Fernão
Bragança viveu ao longo da sua História, momentos de disputa e de confronto entre vizinhos, numa época em que a terra e os frutos que dela brotavam tinham uma importância crucial para a sobrevivência das populações ou para a afirmação do poder dos senhores.
A história que agora se revela é a que dá conta dos conflitos entre dois senhores em torno de questões de furto de propriedade e de águas originando discussões acesas e luta armada. D. Fernão tem a última palavra e servirá de mediador no conflito resolvendo a discórdia com a realização de uma liça da qual sairá um vencedor.
Local: Liça e Muralhas do Castelo
15, 16 ago.: 22h

O Grande Torneio
Era em tempos de calmaria, onde a guerra não afetava estas terras, que se escolhiam e preparavam os mais valentes guerreiros! Alguns dos senhores mais abastados e poderosos gabam-se de possuírem sob seu comando os mais habilidosos cavaleiros e os mais corajosos guerreiros. É na liça, sob o olhar de Deus que várias provas serão propostas numa competição onde “apenas” a honra e o prestígio estão em disputa.
Local: Liça
14 a 17 ago.: 19h

Festa de Encerramento
Alguns mercadores já começam a arrumar os seus alforges enquanto outros já lavam as alfaias. Foi uma boa feira, e a alegria sente-se no rosto de todos. Da esquina chega o som de um ou dois músicos que ateimam em continuar a festa e rapidamente se juntam outros artistas para o derradeiro folguedo. Danças, pulos, músicas e muita diversão fazem a história desta festa.
Local: Liça e Muralhas do Castelo
17 ago.: 22h

Atividades por inscrição prévia:
Scriptorium
O público vai aprender como se pintavam os livros e se faziam as tintas. Aqui, pode fazer pincéis e experimentar colorir os mais bonitos desenhos de agora com as formas do antigamente.

Jogos Tradicionais Medievais
Atividade para o público onde miúdos e graúdos podem demonstrar a sua destreza física tentando alcançar um brinde no topo de um pau acebado, lançando o cepo ou numa corrida de cântaros.

Cozinha Medieval
Aqui, as famílias vão aprender como se coloriam os tecidos e se criavam as cores através do reaproveitamento de frutas, legumes e alguns temperos.

Oficina de Tecelagem e de Tinturaria de Lãs
Nesta oficina vai colorir lãs com tintas naturais, montar a trama do tear e tecer uma bonita recordação. Os mais ágeis nas lides das linhas poderão ainda experimentar a criação de cordel.