UM MARCO DA ARQUITETURA

EO 2018 LisboaVisita2ª a Dom.: 10h-17.30h (out. a Abr.), 10h-18.30h (mai. a Set.)M/010€
  • slider
  • slider
  • slider

Perto do local onde o Infante D. Henrique mandou edificar uma igreja, o Rei D. Manuel I quis construir um grande Mosteiro - o Mosteiro dos Jerónimos.

O Mosteiro dos Jerónimos é um monumento do estilo manuelino mandado construir em 1502 com o objetivo de ser consagrado a Santa Maria de Belém e de receber a comunidade de frades da ordem de São Jerónimo.

Apesar da grande destruição na cidade de Lisboa, o terramoto de 1755 deixou quase intacto o Mosteiro dos Jerónimos. A parte que ficou danificada com o sismo foi a zona conventual dos dormitório, que hoje alberga o Museu Nacional de Arqueologia e o Museu da Marinha.

O Claustro, uma das zonas mais visitadas do Mosteiro e que representa um bom exemplo da arquitetura manuelina, destinava-se ao isolamento da comunidade monástica, pois permitia a oração, a meditação e o recreio dos monges da Ordem de São Jerónimo. Na ala norte do claustro encontra-se o túmulo de Fernando Pessoa.

Também outros poetas e reis foram aqui sepultados, como é o caso de Luís de Camões, Vasco da Gama, D. Henrique I, D. João III, D. Manuel I ou Catarina de Áustria, a mulher do rei D. João III.

Obs.: Gratuito até aos 12 anos e aos domingos e feriados até às 14h.