NO ALTO DO ALENTEJO

EO 2018 MarvãoVisita2ª a Dom.: 10h-17hM/01,5€
  • slider
  • slider
  • slider

Localizado no ponto mais alto da Serra de São Mamede, o castelo de Marvão abraça uma vila encantadora cercada por muralhas medievais. A vista é simplesmente maravilhosa e permite contemplar a vastidão da paisagem do Alto Alentejo.

O Castelo de Marvão assumiu um papel importante e estratégico na detenção de penetração dos exércitos do país vizinho, uma vez que está apenas a 13 quilómetros de distância de Espanha e a 850 metros acima do nível do mar. Situa-se no pico mais alto da Serra de São Mamede, em pleno Parque Natural.

D. Afonso Henriques conquistou esta fortificação aos mouros, em 1166, na sequência da conquista de Alcácer do Sal. Anos mais tarde, em 1271, o castelo foi doado à Ordem de Malta, pelo rei D. Afonso III, e no reinado de D. Dinis foi ampliado e construída a Torre de Menagem. O povoamento da região deu-se após a crise de 1385, a mando de D. João I.

A fortificação, como quase todas as fortificações de primeira linha de detenção, sofreu transformações ao longo do tempo. Além deste pormenor, Marvão também é uma zona muito forte pela sua localização. Construída sobre rochedos quase inacessíveis, permitiu reduzir a sua defesa a um pequeno número de postos.

Depois da Restauração da Independência, em 1640, o Castelo sofreu novas obras e antes destas terminarem foi novamente atacado pelas forças espanholas, em 1704 e em 1722. O Castelo de Marvão também esteve na mira das tropas napoleónicas, sendo ocupado por estas forças durante as invasões francesas.

Marvão é, afinal, uma cidade fortaleza, uma vez que a povoação está envolvida pela primeira linha de defesa, ao longo do monte. Envolto em mais muralhas, encontra-se o castelo medieval, com duas torres e a Torre de Menagem.

Toda a fortaleza é possível de visitar e pode subir as muralhas, percorrê-las e apreciar a vista da serra dos diferentes pontos da colina.

Obs.: Gratuito até aos 12 anos e para residentes no concelho de Marvão. Marvão foi distinguido com o Prémio Cinco Estrelas Portugal 2018.