OS SABOEIROS DE BELVER

EO 2019 PortalegreExp. Permanente3ª a 6ª: 10h-13h, 14h-18h, Sáb., Dom.: 10h-13h, 14.30h-18hM/01€ / 2€
  • slider
  • slider
  • slider

CONDIÇÕES ESPECIAIS
ESTRELAS e OURIÇOS

50% Desconto

Apresente esta página
Imprimir

Apresente esta página impressa para obter o desconto

Um espaço de divulgação de conhecimentos adquiridos pelos nossos antepassados e uma homenagem à memória coletiva dos saboeiros de Belver.

O Museu do Sabão fica situado em Belver no Distrito de Portalegre. Aproveitando a abundância das matérias-primas necessárias para a produção do sabão, a zona do Alto Alentejo, e particularmente a zona de Castelo Branco e concelhos limítrofes, tiveram desde a segunda metade do século XVI, decisiva importância na indústria saboeira nacional.

A produção de sabão assumiu inegável importância económica e social na vila de Belver e alguns trabalhadores de saboarias reais, aproveitando os conhecimentos adquiridos e a disponibilidade das principais matérias primas, criaram as suas próprias indústrias artesanais.

Estas indústrias artesanais ou casas de Sabão Mole, como eram designadas, constituíam-se como pequenas produções de caráter estritamente familiar, passando de geração em geração. Após embalado em sacas próprias de sarja e serapilheira, o sabão era utilizado sobretudo em lavagem de roupas e tecidos. Transportado para fora do concelho em almocreves, que se deslocavam em burros, quando as distâncias eram maiores, o sabão mole era transportado pelo rio Tejo em barcadas.

A produção de sabão nestes moldes durou até à primeira metade do século XX, sendo durante várias décadas um elemento estruturante na economia da região de Belver. Dessa produção permanecem hoje somente registos orais dos descendentes dos últimos saboeiros. A recuperação e transformação da antiga escola primária de Belver no Museu do Sabão pretende criar um espaço de divulgação de conhecimentos adquiridos pelos nossos antepassados e homenagear a memória coletiva dos saboeiros de Belver.

Aqui os visitantes ficam a conhecer a história e a arte do sabão e saboeiros. Para as crianças é uma divertida descoberta e os mais velhos, não ficarão indiferentes às embalagens mais antigas do OMO ou do sabão azul e branco.

Obs.: Gratuito até aos 5 anos.