COLEÇÃO DE POEMAS

EO 2017 LisboaConto e Oficina23, 24 Set.: 11hM/60€
  • slider

ATIVIDADE GRÁTIS

Saltando de ideia em ideia, pulando de verso em verso, olha-se o mundo pelo seu lado reverso.

Fala-se de animais como a girafa ou a pulga, que vive no pelo do cão, mas também da bicharada, que mora lá num cantinho, entre as rimas da poesia e a nossa imaginação.

Nesta sessão, são apresentados os bichinhos pequeninos, o que têm de menos, de mais e que, até por isso mesmo, não se chamam animais e são chamados de animenos.

E assim, sempre a rimar, rapazes e raparigas, podem conhecer "elefantigas" - misto de elefante e formigas que nem se veem a olho nu -, um "camarito"rosado ou um "girafeu canguru". Além de alguns animais, também são apresentados outros tantos animenos, que vivem bem sossegados nos pensamentos desgrenhados.

No final, todos farão os seus Animais e Animenos, inventados pela Rita e pelo Pedro, para levar ao peito em forma de crachá.

Pelo, Teatro Maria Matos